Ator pensou em "voltar para casa" e desistir, mas disse que é "o que fazem os perdedores"

O espetáculo realizado por Charlie Sheen , chamado "My Violent Torpedo of Truth", precisa "melhorar", admitiu nessa segunda-feira (4) o próprio ator, que foi vaiado após encerrar seu primeiro "show" em Detroit (Michigan), informou o site "E! Online".

O polêmico intérprete disse que "algumas coisas" devem melhorar, embora as mudanças já tenham surtido efeito em seu segundo espetáculo, realizado em Chicago neste domingo, e que obteve boas críticas, como as do jornal "Chicago Tribune" e do canal "CNN".

"Não sei se começo o 'show' sozinho e depois passo para um formato de perguntas e respostas ou se simplesmente permaneço em pé porque está funcionando", comentou Sheen, que afirmou ter levado muito a sério as críticas do público.

O ator garantiu que permaneceu acordado até 5h30 da madrugada após o monólogo de Detroit e que passou todo o domingo revisando o roteiro. Apesar disso, sua equipe esteve a ponto de desistir.

"Houve um momento no ônibus no qual pensamos em voltar para casa. E depois disse: isso é o que fazem os perdedores. Simplesmente precisava um desafio maior", explicou.

Sheen compartilha lembranças familiares e de sua trajetória profissional nos monólogos, segundo o site "TMZ", que inclusive dá detalhes sobre algumas das perguntas feitas ao ator, como a de por que pagar para manter relações sexuais.

"Porque tenho milhões de dólares para gastar", respondeu, segundo o site especializado em notícias de famosos.

Charlie Sheen: discurso confuso e vaias da plateia
AP
Charlie Sheen: discurso confuso e vaias da plateia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.