Em cartaz com a peça "O Libertino", ator descarta uma possível volta com o papel que o tornou famoso, como fez recentemente Rosi Campos

Cássio Scapin: o Nino faz parte do passado
AgNews
Cássio Scapin: o Nino faz parte do passado
Cássio Scapin está todo feliz com o sucesso da peça "O Libertino", dirigida por Jô Soares , da qual ele é protagonista. Depois de um temporada de sucesso em 2011, o ator reestreou o espetáculo no último dia 12 e pretende se dedicar a ele por um longo tempo. "Estamos indo muito bem, com público ótimo e críticas excelentes. Ia fazer a novela 'Máscaras', na Record, mas consegi um acordo e vou me dedicar somente à peça este ano", contou.

Siga o Twitter do iG Gente e acompanhe as notícias dos famosos

Durante a interpretação do personagem Denis Diderot , Cássio chega a ficar nu em uma das cenas, mas disse já estar acostumado. "Não tenho o menor problema com isso. Só fiquei tenso a primeira vez, há muito tempo, quando fiz a peça 'Despertar da Primavera'. Era adolescente. Depois a gente avacalha e relaxa", brincou ele.

Eterno Nino

Companheira de elenco de Cássio Scapin em "Castelo Rátimbum" - onde o ator ficou conhecido pelo personagem Nino -, Rosi Campos estreou em 14 de janeiro uma peça em que revive a bruxa Morgana, chamada "A Saga da Bruxa Morgana e a Família Real". Perguntado se toparia interpretar novamente o papel que o tornou famoso, Cássio disse que não. "Isso é uma opinião muito particular, tem uma hora que você precisa parar. A 'roupa não cabe mais', numa forma ampla. Não dá mais para fazer. Para mim esse personagem já foi. Quem sabe se escreverem uma coisa que o Nino envelheceu, mas aquele formato não dá mais", explicou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.