Cantor sofreu ferimentos leves e piloto teve pé decepado no acidente no interior de São Paulo

Cantor Marrone é levado por ambulância do resgate a hospital
Paulo Henrique Magri/Futura Press
Cantor Marrone é levado por ambulância do resgate a hospital
O helicóptero de Marrone , responsável pela segunda voz da dupla Bruno & Marrone, caiu em São José do Rio Preto, no interior de São Paulo, às 14h43 desta segunda-feira (2).

Segundo informações da assessora de imprensa do cantor, três pessoas estavam na aeronave no momento do acidente: Marrone, seu secretário e primo, Jardel Alves Borges , e o piloto, Almir Carlos Bezerra , que teve amputação traumática do pé esquerdo e fraturou o braço esquerdo. Às 17h desta segunda-feira, o piloto passa por cirurgia na Santa Casa de Misericórdia, em Sâo José do Rio Preto, para tentar reconstituir o pé. Marrone e o primo foram encaminhados para o Hospital de Base da cidade. O cantor teve escoriações leves e está em observação e Jardel teve traumatismo craniano.

Segundo a assessora da dupla, Silvia Colmenero , Marrone saiu de Curitiba (PR), onde fez show na noite deste domingo (1º) e seguia para São Paulo, onde visitaria sua filha Mell , de apenas seis dias de vida. A queda aconteceu em São José do Rio Preto quando o piloto tentava fazer um pouso forçado. 

Bruno tranquilizou os fãs da dupla: "Marrone está bem", escreveu ele em seu Twitter.

Leia também: Bruno e Marrone ao iG: “A pirataria ajudou a nossa carreira”

Marrone (à esq.) e Bruno durante apresentação no Rio de Janeiro no início do ano
George Magaraia
Marrone (à esq.) e Bruno durante apresentação no Rio de Janeiro no início do ano

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.