Ator contracena pela primeira vez ao lado de Antônio Fagundes, em "Vermelho", e chora com elogios de Silvio de Abreu

Bruno Fagundes se emociona com a receptividade do público em
Claudio Augusto
Bruno Fagundes se emociona com a receptividade do público em "Vermelho": "Para mim está sendo uma emoção sem tamanho"

Bruno Fagundes mostrou que caiu "nas graças" do público na estreia, pela primeira vez ao lado do pai , Antonio Fagundes , no teatro, a peça, “Vermelho”. “Receber a reação disso tudo que é tão calorosa, tão emocionante que para mim está sendo uma emoção sem tamanho”, disse ele na noite desse sábado, (24), no teatro GEO, em São Paulo.

Siga o iG Gente no Twitter e acompanhe todas as notícias sobre sua estrela favorita

Emoção no palco: Antônio Fagundes beija o filho, Bruno
Claudio Augusto
Emoção no palco: Antônio Fagundes beija o filho, Bruno
O filho da atriz e diretora Mara Carvalho também falou sobre o momento especial de contracenar com o pai. “Primeiro ele me deu a vida e estou preparando minha vida inteira para um trabalho como esse. A emoção é imensa. Cada vez maior. Trocar com o meu pai, é incrível”, contou.

Bruno ainda falou da parceira profissional entre pai e filho. "Agora somos parceiros de cena mesmo. É um espetáculo com dois atores. Se um estiver mal, o espetáculo não acontece. Ele precisa de mim tanto quanto eu preciso dele. A cobrança é nossa, para que venha com garra e energia, que seja um espetáculo lindo", disse.

Há 8 anos Bruno atua no teatro e para ele, assim como o pai, que vivencia os palcos há 48 anos, o nervosismo sempre aparece ao se abrir as cortinas. "Dá tudo, dá pavor. Isso quer dizer que a gente está vivo né? Ainda bem. Senão a gente não ia ser humano né?", concluiu.

Focado na peça, Bruno contou que apesar de não ter aparecido propostas este ano, tem vontade de fazer outros tipos de trabalhos. “Estou completamente imerso em “Vermelho” mas sou um ator e quero trabalhar com tudo o que eu tiver oportunidade.”, finalizou ele que chorou ao ser elogiado por Silvio de Abreu , renomado diretro, autor e novelista. "O Bruno é uma revelação. Gostei demais. Pai e filho estão excelentes nesta peça maravilhosa", disse Silvio.

Silvio de Abreu parabeniza Bruno Fagundes, que chora, na estreia de
Claudio Augusto
Silvio de Abreu parabeniza Bruno Fagundes, que chora, na estreia de "Vermelho": "O Bruno é uma revelação. Gostei de mais", disse o autor e diretor.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.