A Gate Five quer R$158 milhões como compensação de prejuízos como a demissão de 70 funcionários

Beyoncé: quebra de contrato levou a dispensa de 70 pessoas
GettyImages
Beyoncé: quebra de contrato levou a dispensa de 70 pessoas
A empresa Gate Five entrou com um processo contra a cantora Beyoncé em R$158 milhões (US$ 100) por ter rompido um contrato durante a criação do videogame "Starpower: Beyoncé" o que levou a demissão de 70 funcionários uma semana antes do Natal. De acordo com a empresa, apesar de já ter negociado uma "compensação generosa" para Beyoncé , a artista exigiu outro aumento em um momento no qual o projeto estava avançado.

"No início de dezembro tudo estava em andamento, mas uma semana antes do Natal ela disse que não queria saber mais nada de nós, o que levou a demissão de 70 pessoas", disse o fundador da empresa, Greg Easley , à revista "New Yorker". Tal passo fez com que um dos investidores se retirasse do projeto, ao considerar que a cantora era "muito instável para fazer negócios com ele".

Além dos R$158 (US$ 100)  como compensação, Gate Five também exige que a cantora seja proibida de se associar com outra empresa para criar um jogo similar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.