Três mulheres, oito homens e nenhuma semelhança entre eles. Relembre o perfil de cada um dos ganhadores do reality show

A cada ano, o BBB tem um vencedor com características diferentes um dos outros. Após 11 edições do reality show, fica cada vez mais claro que não existe um perfil padrão para quem chegará até a final e levará o prêmio após os três meses na casa mais vigiada do Brasil. E o próprio Boninho, diretor do BBB já afirmou isso.

Siga o iG Gente no Twitter e receba as notícias das celebridades em tempo real

Às vésperas de estrear mais uma edição da atração, relembre os 11 vencedores e confira as estratégias que os tornaram os Big Brothers brasileiros.

BBB1 - Kléber Bambam

Kléber Bambam
AgNews
Kléber Bambam

Kléber Bambam foi o primeiro vencedor do Big Brother Brasil e levou R$ 500 mil para casa. O participante encarou quatro vezes o paredão, mas conquistou de vez o público ao incluir uma “nova participante” na casa: Maria Eugênia. Bambam criou uma boneca com uma vassoura e chegou a chorar quando viu que a produção havia tirado a “amiga” da casa.

BBB2 - Rodrigo Cowboy

Rodrigo Cowboy
Reprodução
Rodrigo Cowboy

Vencedor do BBB2, Rodrigo Cowboy conseguiu chegar até a final escapando dos primeiros paredões. O participante só conferiu sua imagem perante o público na oitava berlinda, quando já era um forte candidato ao prêmio. O jogo contou com 10 paredões no total e Rodrigo só encarou dois, contando a grande final contra Cida.

BBB3 - Dhomini

Dhomini
TV Globo
Dhomini

Vencedor da terceira edição do programa, Dhomini ganhou forças ao engatar um namoro com Sabrina Sato . Detalhe: o rapaz era comprometido. O sotaque caipira da dupla durante as conversas românticas conquistaram o público. Dhomini chegou a encarar Sabrina em um paredão e levou a melhor. Muitos participantes dos BBBs seguintes já tentaram copiar a estratégia do campeão, percebendo que casais podem conquistar o telespectador.

B BB4 - Cida

Cida
TV Globo
Cida

Cida, primeira mulher a vencer o BBB, foi eleita por sorteio, e não através do processo de seleção, como é comum entre os participantes. O fato de ter entrando dias depois na casa, a deixou um pouco excluída dos outros participantes. Alguns BBBs chegaram a dividir os jogadores da casa como “ricos” e “pobres”. Cida e Thiago – jogador na mesma situação que a vencedora – ficou no grupo dos menos favorecidos e, com isso, ganhou a simpatia do público. Se era vista como fraca dentro da casa, saiu como campeã pelo voto dos telespectadores.

BBB5 - Jean Wyllys

Jean Wyllys
Manuela Scarpa / Photo Rio News
Jean Wyllys

Jean Wyllys foi o primeiro participante a levar o prêmio de R$ 1 milhão – antes, o vencedor faturava R$ 500 mil. Primeiro homossexual assumido do reality, ele conquistou o dinheiro em uma briga entre vilões e mocinhos. Integrante do segundo grupo, ao lado de Grazi Massafera (segunda colocada da atração), lutava contra a eliminação, já que era o alvo do grupo dos vilões que, um a um, saíram do jogo com alto índice de rejeição.

BBB6 - Mara

Mara
Reprodução
Mara

A vencedora do BBB6 foi Mara. Com um discurso humilde, a participante conquistou o público, que se identificou com a realidade dela. A auxiliar de enfermagem usou o dinheiro para pagar o tratamento de sua filha, que sofre de paralisia cerebral. Além disso, ajudou seus dez irmãos.

BBB7 - Diego Alemão

Diego Alemão
TV Globo
Diego Alemão

Vencedor do BBB7, Diego Alemão entrou na casa sem passar pelo processo de seleção. Ele mesmo confirmou seu ingresso no BBB via convite da produção. O momento de sorte se repetiu também na final, da qual saiu vitorioso. A conquista do prêmio se deu por seu romance com Íris Stefanelli. Alemão também se envolveu com Fani Pacheco, mas o Brasil foi cativado por Siri, que prometeu um beijo em Alemão quando ele saísse da casa.

BBB8 - Rafinha

Rafinha comemora prêmio
TV Globo
Rafinha comemora prêmio

Rafinha foi um jogador tranquilo e poderia ganhar a rejeição do público se parte dessa tranquilidade não fosse revertida em fidelidade. O fato de ter namorada fora da casa e resistir às tentações do confinamento, já que diversas garotas da casa investiram no rapaz, fez com que Rafinha ganhasse a simpatia ds telespectadores.

BBB9 - Max Porto

Max Porto
TV Globo
Max Porto

Max Porto foi outro jogador que investiu em um romance e conquistou o público. Brincalhão, o artista plástico engatou um romance com Francine Piaia. Assim como Dhomini e Sabrina, o casal divertia os telespectadores com seus momentos de casal e o apelido “benhê”. Após o término do romance, Francine desabafou e disse que foi usada pelo ex-namorado para a vitória do BBB9. “Só servi para o Max ganhar o BBB”, afirmou.

BBB10 - Marcelo Dourado

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=gente%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597441846567 &_c_=MiGComponente_C

Marcelo Dourado não saiu vencedor do BBB4, mas após uma nova chance, foi o primeiro participante a levar R$ 1,5 milhão. De volta ao jogo, Marcelo tinha vantagem sobre os outros participantes, pois já sabia o que o telespectador gostava de ver. Por já conhecer o jogo, soube balancear suas qualidades e defeitos e decidiu quais características pessoais queria mostrar e quais deveria deixar para os momentos fora do jogo. Por conta de sua primeira participação, Dourado entrou na casa com fama de homofóbico, mas saiu vencedor, após convencer o público que não era o vilão do qual tinha fama.

BBB11 - Maria Melilo

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=gente%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1597441846699 &_c_=MiGComponente_C

Depois de quatro anos seguidos sem uma vitória feminina, Maria Melilo garantiu o prêmio do BBB11. Terceira mulher a vencer o programa, ela conquistou o público ao não esconder sentimentos nem desejos. Ficou com Mau Mau e Wesley, tentou reconquistar o primeiro quando ele ganhou a chance de retornar à casa, não teve vergonha de falar sobre seus sentimentos em público nem de levar vários foras. Cansada, se dedicou à leitura de um livro de auto-ajuda e retomou seu flerte com Wesley, com quem manteve um relacionamento fora do BBB. Maria venceu a última edição do BBB por não temer julgamentos moralistas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.