Gaúcha teme que a mãe não compareça, caso ela seja emparedada

João Carvalho teme a formação do Paredão deste domingo (04)
Reproduçao TV Globo
João Carvalho teme a formação do Paredão deste domingo (04)

Após cumprir o Castigo do Monstro, na tarde deste domingo (04), Monique deitou-se na varanda da área externa da casa e recebeu a companhia de João Carvalho . Os dois começaram a conversar sobre a formação do Paredão, na qual o mineiro teme ir. Mona mudou de assunto e afirmou que acredita que sua mãe esteja com vergonha das coisas que ela tem feito dentro do confinamento. A gaúcha teme que a mãe não compareça, caso ela seja emparedada: “Será que se eu for no Paredão minha mãe vem?”, questionou a gaúcha.

A UM MÊS DA GRANDE FINAL, QUEM É SEU FAVORITO AO PRÊMIO?

“Claro que vem! Você tá louca?”, disse João, mas a sister ainda insistiu no questionamento: “Será que ela tem vergonha de mim? Que ela está brava comigo?”.“Por causa de que deveria estar?", perguntou o mineiro. Monique explicou que sua mãe não aprovará suas atitudes, mas João discordou e disse que a mãe dela virá. Monique ficou em silêncio e cochilou.

ACOMPANHE A COBERTURA COMPLETA DO BIG BROTHER BRASIL 12 NO iG

Ao ver a companheira de confinamento cochilando, João olhou para o céu e ficou em silêncio, pensativo. Minutos depois, ele interrompeu o descanso da gaúcha e voltou a falar sobre o jogo: "Acho que determinadas justificativas não têm que ser pesadas", referindo-se ao que vai falar no Confessionário. Rapidamente, Monique abriu os olhos e comentou: "Mas tem que ser alguma coisa plausível". "Óbvio", concordou o mineiro. "Por isso que eu quero saber o que vou falar", disse a estudante de Administração, referindo-se à justificativa do Paredão. Novamente, Monique cochilou.

SIGA O TWITTER DO IG NO BIG BROTHER 12

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.