Última integrante do Quarto Selva, catarinense não resiste a seu primeiro Paredão e leva a pior na disputa com João Carvalho

Monique saiu da disputa pelo prêmio de R$1,5 milhão
Reproduçao TV Globo
Monique saiu da disputa pelo prêmio de R$1,5 milhão

Monique foi a última participante a fechar a porta do Quarto Selva. Na noite deste domingo (18), a extrovertida catarinense saiu do programa após perder a disputa para João Carvalho , em seu primeiro e único Paredão. Marcada pelo jeito carismático e a baixa autoestima, a estudante de Administração recebeu 52% dos votos e foi a 11ª eliminada do reality show.

“Muy oportuna a presença de nossa hóspede no BBB. Ela que vem nos mostrando que nossas vergonhas de trocar de roupa na frente do Brasil são tão ínfimas, que mostrar pintinho ou periquita é menos feio que mostrar outras vergonhas mais feias”, disse Pedro Bial começando seu discurso de eliminação. “A nudez Noemi virou notícia no país do Carnaval, do "Créu", do fio dental, hilária essa nossa moral”, continuou. O apresentador então se dirigiu aos emparedados e destacou as mudanças e as vergonhas que eles perderam dentro do reality.

“João Carvalho, por exemplo, você não deve ter ideia de como está diferente. Não traz mas o seio franzido do começo do confinamento. Está tão mais leve, em todos os sentidos, aparência mais saudável, mais alegre. Quem diria, no quarto Paredão. É bom lembrar: parar de fumar muda a vida de qualquer um. João parou, Monique também parou mas teve uma recaída”, disse Bial. “Alias, Monique é nossa Alice, uma hora não encontra uma roupa que lhe sirva, outra hora, pra que roupa com esse corpão? Linda! Uma confissão ambulante, uma fome de viver, Monique é entrega em caps lock. É tudo que faz a experiência BBB valer, mesmo se ganhar ou perder”, falou ele.

“Nessa eliminação, vou me socorrer nos versos de uma canção: ‘Antes de levantar, eu vou rezar por você, antes de escovar meus dentes, vou fazer uma oração pra você, quando estiver esperando o ônibus, vou rezar de novo para você. Para sempre e sempre, eu vou rezar por você’. Vem para cá, Monique!”, finalizou Bial.

A sister disse algumas palavrinhas antes de sair do reality. “Um sonho que eu vivi e compartilhei com vocês! Quando eu ficar velhinha, vou lembrar de cada um de vocês com muito carinho”, se despediu Monique dos outros confinados.

Logo após sair da casa mais vigiada do Brasil, a catarinense deu uma pequena entrevista para Pedro Bial. “Você sabe que seu primeiro voto foi neste último Paredão, que até então ninguém tinha votado em você da casa?”, começou o apresentador. “Eu imaginava... Apesar de tudo, eu sempre me dei bem com todo mundo dentro da casa”, falou a ex-bbb.

“A Selva foi muito rejeitada. O Rafa e a Laisa tiveram recordes de rejeição. O Yuri não e nem você. Na votação, você estava ganhando para ficar na casa, mudou de ontem para hoje. Você estava com medo de ser rejeitada pelo público?”, indagou ele. “Para mim, ganhei, ganhei mesmo”, disse a estudante de Administração. “Como você gostaria de ser recebida aqui fora?”, perguntou Pedro Bial. “De braços abertos, sendo o que eu sou, que todos gostem do meu jeito”, disse a última sobrevivente da Selva. “Braços e corações abertos para você, minha linda”, disse o apresentador.

Com Jonas, Monique trocou beijos e carícias sob o edredom
Divulgação/TV Globo
Com Jonas, Monique trocou beijos e carícias sob o edredom
Romances, polêmicas e troca-troca
Monique ficou logo conhecida pelo grande público após protagonizar com Daniel as primeiras cenas quentes da edição. Imagens sobre um suposto ato sexual logo ganharam os sites de compartilhamento de vídeos e chegaram à imprensa internacional. Acusado de ter abusado da sister, que dormia sob o efeito do álcool, o modelo foi expulso do reality sob a justificativa de ter tido "atitude inadequada".

O caso ganhou grandes proporções fora do confinamento, a ponto de ser explicado até mesmo no "Jornal Nacional". E, para entendê-lo melhor, a polícia exigiu que Monique deixasse os muros da casa para prestar depoimento . Internamente, o episódio nunca foi explicado, apesar de ter gerado a desconfiança de Rafa pelas saídas de Monique ao "dentista".

A própria pivô da expulsão de Daniel nunca entendeu bem o que se passou sob o edredom, já que estava alcoolizada na ocasião. À polícia, a catarinense só contou ter trocado carícias com o modelo. Ela chegou a ser convocada a fazer exame de corpo de delito , mas se negou. Encucada com o episódio, Monique confessou aos brothers temer a repercussão da rápida relação com o moreno. 

A expulsão de Daniel aproximou ainda mais Monique de Rafa . Cada vez mais envolvida com o projetista de iluminação, a catarinense acabou frustrada por não ter sido correspondida. O fluminense se defendeu e disse que de Monique queria apenas amizade, uma vez que tinha um relacionamento fora do confinamento .

Monique entendeu bem os motivos de Rafa e deixou de investir no rapaz. Mas isso não impediu que ela dividisse diariamente a cama do Quarto Selva com seu "irmão". Do carioca, Mona recebia proteção e carinhos diários. Não demorou, porém, para a musa arranjar um novo cacho na casa. E foi Jonas , que havia ficado antes com Renata .

Com o consentimento da loira , Mona trocou o primeiro beijo com o modelo durante uma festa. Mas a relação das sisters selvagens logo azedou, após Renata voltar a se envolver com Jonas . Chateada pelo fato de a mineira não ter lhe contado nada, Monique se sentiu traída e despejou críticas sobre a amiga . Só uma DR a três apazigou o clima entre Jonas, Renata e Monique.

A relação dos loiros, mais uma vez, durou poucos dias. E aí a catarinense voltou a entrar na disputa. Os dois passaram a ficar não apenas nas festas , como também nos outros dias da semana. As trocas de carinho cada vez mais constantes fizeram a dupla brincar de se chamar de "meu amor" . A temperatura também subiu debaixo do edredom , e Monique não se intimidou em tocar nas partes íntimas do brother .

Apesar disso, Jonas e Monique tiveram arranca-rabos. E muito em razão da falta de atenção do gaúcho, que não queria saber de ficar de grude com a catarinense. Sentindo-se carente de afeto, a sister teve uma discussão pesada com o Mister durante a Festa Estúpido Cupido. Monique o acusou de ser frio como um “robô” , e ele se defendeu, dizendo que não era obrigado a beijá-la quando não tinha vontade.

Longe do foco de votos
Durante toda a sua permanência na casa, Monique nunca deixou dúvidas de que vestia a camisa do grupo Selva, seguindo sempre as ordens dos líderes. Mas isso não fez dela ser alvo do Praia, tanto que foi a última a ser metralhada pelos adversários. Bem quista por todos , a sister passou despercebida pelos demais e só foi receber os primeiros votos justamente no Paredão para o qual foi indicada. 

Rafa e Yuri foram os principais parceiros de Monique no reality
Divulgação/TV Globo
Rafa e Yuri foram os principais parceiros de Monique no reality

O bom jogo interno teve como ponto alto o seu jeito por vezes extrovertido e autêntico , elogiado não só pelos aliados selvagens , como também pelos praianos. Mas, apesar do costumeiro bom humor, Monique chegou a perder as estribeiras, em especial com Fabiana , participante com a qual a catarinense teve pequenos atritos até a reta final do jogo.

Monique se estranhou também com os próprios aliados. Uma das mais próximas da 11ª eliminada, Laisa foi alvo de críticas por ter feito corpo mole em uma Prova da Comida. Na ocasião, as duas logo conversaram e apararam as arestas. Mas, dias depois, Monique voltou a criticar a postura da gaúcha, que havia se bandeado do Selva para o Praia.

Rafa também cruzou o caminho da morena. Considerado pela própria sister como seu melhor amigo dentro do confinamento, os dois se estranharam em diferentes oportunidades. Primeiro, porque ele não aceitava a opinião dela . Depois, e mais séria, por vê-la muito próxima dos praianos em virtude do relacionamento com Jonas.

A eliminação em massa dos aliados fez Monique se aproximar ainda mais de Yuri , seu ombro amigo nas útlimas semanas de confinamento. Embora muito apegados, os dois viveram momentos tensos. E o maior deles foi quando, em uma das festas, a catarinense trocou o som ambiente. O professor de Muay Thai não gostou e falou poucas e boas para a amiga . Para piorar, ainda a expulsou do Quarto Selva.

Campeã da baixa autoestima
Ser considerada uma das mais carismáticas da casa, bem como uma das musas da edição, não foram elementos suficientes para a eliminada deixar o troféu de campeã da baixo autoestima. E o que se viu nessas semanas de programa foram rios de choro. Em especial pelo ganho de peso no programa , fato que fez Mona se queixar constantemente.

As gordurinhas a mais fizeram Monique perder roupas, a ponto de a sister cogitar a possibilidade de pedir novas no Confessionário. E roupas também foram o drama da morena a cada nova festa. Ora por causa do cumprimento da saia, ora por conta do tamanho da blusa, a catarinense de Florianópolis derramou muitas lágrimas nos momentos pré-balada.

Se não bastasse, Mona protagonizou mais momentos de crise após ter se sentido esnobada pela dupla Zezé di Camargo e Luciano , atração de uma das últimas festas do reality. Para ela, que viu os sertanejos brincarem com Fabiana e Kelly , ali foi um sinal claro de que não era querida pelo público. Os brothers tentaram confortá-la, dizendo que sua estatura inibiu os cantores. 

Nem sempre Monique se mostrou satisfeita com os figurinos das festas
Divulgação/TV Globo
Nem sempre Monique se mostrou satisfeita com os figurinos das festas

Sem R$1,5 milhão, mas com alguns prêmios
A sister deu adeus ao tão sonhado prêmio de R$ 1,5 milhão, mas não saiu de mãos vazias do reality. Ela faturou uma moto 0Km por conta da vitória em um dos Jogos da Discórdia. A bela teve ainda a oportunidade de deixar o confinamento e ir até Recife na companhia de Yuri para conhecer a fábrica de uma montadora japonesa.

Não bastasse, Monique também se deu bem em uma das compras do Mercado BBB, quando teve a oportunidade de comprar um notebook pela bagatela de 20 estalecas. A conquista de prêmios materiais, porém, parou por aí. Mas a morena não teve do que reclamar, afinal recebeu imunidades dos amigos Rafa e Yuri.

Apesar de se queixar que não era capaz de vencer as provas do Líder e do Anjo , ela fez bonito e faturou a Prova do Anjo que lhe rendeu a autoimunidade. De bônus, a estudante ainda recebeu uma injeção de ânimo ao ganhar uma carta da família. A sister não segurou a emoção e chorou ao ler as palavras da mãe sobre sua participação no programa.

Revelações de uma Maria-Chuteira
Irreverente, a sister nunca mediu muito as palavras e desandou a contar detalhes de sua vida pessoal. Uma delas esteve ligada a um roubo no período em que viveu no exterior. Monique defendeu a atitude, dizendo que, do contrário, passaria fome. Entre tantas travessuras, não sobrou nem para o professor da escolinha, assediado quando ela tinha apenas seis anos .

Mas nenhum tema gerou mais repercussão do que o caso extraconjugal que a bela manteve com o meia Douglas , do Corinthians. Por diversas vezes, a gremista fanática citou episódios envolvendo o jogador de futebol, por quem disse ter sido muito apaixonada. E Monique reforçou ainda mais a fama de Maria-Chuteira ao revelar que já havia sido casada com um jogador de futsal, com quem viveu no Azerbaijão.

Depois de tantas experiências dentro do programa, Monique é a 10ª participante a deixar o BBB pela votação do público. Antes dele, foram eliminados Analice , Jakeline , Mayara , Ronaldo , João Maurício , Laisa , Rafa e Renata e Yuri . Daniel também saiu da casa, mas por conta da polêmica envolvendo a própria sister. Restam agora cinco participantes na disputa pelo grande prêmio de R$ 1,5 milhão.

Monique teve passagem marcada pelo bom humor
Divulgação/TV Globo
Monique teve passagem marcada pelo bom humor

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.