O ex-BBB fala em seu primeiro post sobre o confinamento no hotel, primeira fase do jogo, que este ano, já contou com 2 eliminações

Michel Turchin está de volta com a coluna
AgNews
Michel Turchin está de volta com a coluna "Fala, Michel"
Michel Turchin está de volta. O ex-BBB que participou da 10 ª edição do reality show e comentou a seguinte com exclusividade para o iG volta a atacar com seu blog “Fala, Michel”.

Acompanhe os comentários de Michel sobre o BBB na coluna "Fala, Michel"

Apaixonado pelo Big Brother, o publicitário de 32 anos, que conhece muito bem a dinâmica da casa mais observada do País, vai mais uma vez apelar para a experiência própria e comentar sem censura a nova edição do programa, que estreia nesta terça-feira (10).

A competição por R$ 1,5 milhão já está dando o que falar antes mesmo dos 12 participantes entrarem na casa: dois deles desistiram da luta ainda no hotel onde ficam isolados. Michel, não pode dar muitos detalhes sobre essa fase do jogo, mas disse que, para ele, foi a pior parte do confinamento. "Ficamos privados de ver TV, rádio. É uma miniprisão, você enlouquece lá dentro. É insuportável, mas para desistir, tem que ser muito bobo. Você vai lá, faz uma entrevista infinita, para desistir?".

RELEMBRE A TRAJETÓRIA DE MICHEL NO BBB10

Michel ainda contou que o participante pode levar apenas um livro, que a comida é entregue rapidamente e que o quarto é como qualquer quarto de hotel. "Você repensa na vida inteira, quem é você. Aquilo é pior que o programa, porque pelo menos no programa você fala com alguém".

ACOMPANHE TODAS AS NOTÍCIAS DO BBB12 AQUI NO IG

Em sua primeira coluna sobre a 12ª edição , Michel fala um pouco mais do assunto e conta porque o confinamento já é uma prova de fogo para os brothers - e muitas vezes com direito a eliminação, como aconteceu este ano.

Antes da estreia, ele ainda falou sobre os comentários de racismo neste BBB, já que nenhum negro foi eleito para entrar. "A gente não sabe, pode ser que entre mais alguém. Eu acho que preconceito é falar que isso é preconceito. E se não teve nenhum interessante na entrevista? Vai colocar só para cumprir cota?", questiona o ex-brother, que promete ficar de olho no programa 24 horas. "É minha diversão do ano. Não assisto TV, quase nada, só BBB".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.