Reality show apresentado por Pedro Bial teve edição repleta de cenas picantes, traições e surpresas


O "Big Brother Brasil 15", que prometia voltar às origens do reality show, acaba nesta terça-feira, de certo modo, cumprindo seu objetivo. Com um elenco de “pessoas normais”, o programa ficou marcado por sexo, traições, brigas e um favorito à la Kléber Bambam. 

Sexo e traição caminham juntos

Não demorou muito para que o jovem Rafael encontrasse a companheira ideal: Talita . A bela aeromoça não resistiu às cantadas do ex-jogador de futebol e estudante de administração. E também não demorou para que os dois estreassem e esquentassem o “edredom”. Estreia que teve direito até a pedido de pílula do dia seguinte para a produção, já que eles fizeram sexo sem camisinha...

Mas os dois não seriam os únicos protagonistas das cenas mais quentes do reality show. Fernando , após encher Amanda de esperança, viu-se encantado por Aline , com quem engatou um romance que rendeu, além de cenas picantes, edredons sujos e muitas declarações de amor, inclusive um pedido de casamento.

Mas Aline foi eliminada e Amanda, que é das que não desiste nunca, foi se reaproximando em uma amizade que, de tão colorida, acabou em romance. Não sem crises de consciência por parte do produtor cultural, afinal, ele estava traindo Aline, com quem (prometeu) subiria ao altar assim que deixasse a casa.

E ainda sobrou espaço para Rafael trair Talita quando ela já havia sido eliminada, com uma de suas “amigas”, Tamires , após uma noite em que ambos exageraram na bebida e trocaram alguns beijos. Pior para ela, que não aguentou a ressaca moral e acabou desistindo do programa.

Com o tempo, Fernando acabou deixando Aline de lado e se tornando o príncipe encantado que Amanda sempre buscou. E dá-lhe edredom! Até que o último paredão do jogo os separou.

Festa estranha com gente esquisita

Adrilles e Mariza podem não ter se envolvido amorosamente, muito menos sexualmente, mas não significa que não tenham feito o papel de um casal. A amizade entre os dois rendeu momentos dos mais hilários da atração. Ele, o poeta esquisito de voz fina, aparência estranha e muito a dizer, e ela, a professora arretada de Recife, uma senhora que não media as palavras, principalmente quando estava nervosa.

Entre brigas e demonstrações de afeto, os dois deram um bom tempero ao programa, principalmente em sua reta final. E poderiam ter ido mais longe, caso Adrilles não tivesse sido seduzido por Fernando e caído de amores por Amanda, com quem se identificou “na plena entrega ao amor”.

Já ganhou!!!

E o que dizer do recordista de indicações seguidas ao paredão, das quais saiu sempre vitorioso? Cézar construiu um mundo paralelo dentro da casa para poder viver/jogar a seu modo. Isolado, era visto pelos demais competidores como “alguém que não se entrega ao jogo", alguém que de forma alguma merecia vencer. Do lado de fora, ganhou com facilidade a compaixão dos telespectadores.

Seu discurso que tanto incomodava os demais pelo uso de palavras difíceis, pela voz impostada para o público, tornou-o ainda mais gracioso. Os demais competidores não conseguiram enxergar, mas foram eles que deram o favoritismo a Cézar.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.