Muito abalada, aeromoça ainda comentou sexo sem camisinha: "Reconheço que foi errado e peço desculpas"

"Ah, não dá para dar sorriso nenhum agora, não". Foi assim, soluçando, com olhos vermelhos e cheios d'água, que Talita deixou a casa do "Big Brother Brasil" na noite de terça-feira (3) e recebeu os jornalistas para uma rápida conversa no Projac, Rio de Janeiro. A resposta foi para o pedido dos fotógrafos, que queriam uma pose mais descontraída e um sorriso no rosto. Era impossível. A aeromoça ainda estava sob o impacto da notícia da eliminação.

"Na verdade, do que aconteceu, não repenso e nem me arrependo. Só que eu não sei o que vai acontecer daqui para frente. Eu tenho contas para pagar e não ganhei nada. Não ganhei o prêmio e nem nada, financeiramente falando. Essa é minha preocupação nesse momento. Comecei a me emocionar no sábado, quando a Tamires recebeu carta da família. Comentei com o Rafa que eu poderia sair sem ganhar nada. E é isso. Antes eu tinha um emprego. Agora estou sem emprego, sem nada", começou ela, sem esconder o nervosismo.

Talita é personagem com texto próprio. Não mede palavras, consequências, trejeitos. Se não gosta, não gosta e pronto. Se acha certo ou não, vai e faz. Ao vivo é a mesma coisa. Respondeu tudo na lata, sem meias palavras. Sobre Mariza, por exemplo, a quem perseguiu na disputa, bradou: "a verdade é que ali dentro, quando uma coisa ou pessoa incomoda, o simples fato de existir deixa você incomodado. E a Mariza mete o louco, isso me incomodava muito. Eu não estava ali de mimimi com ninguém, então achava que podia falar. Cheguei, inclusive, a falar com ela. Ela chegava do nada e falava umas coisas que ninguém tinha perguntado. Uma pessoa dessa para mim é pirada. A Mariza não é normal, ela pira. Quem assistiu ao pay-per-view sabe".

Sobre o outro desafeto, Cézar, Talita se mostrou indignada com a permanência dele na casa do "BBB". O candidato disputou o paredão com ela e Luan e teve 29% dos votos. "Aaaaah, p*** cara chato do c******, metendo louco em todo mundo. Não fala uma coisa direta. Como ele não sai? Na moral, eu não vou fazer mais nada da minha vida, só vou ficar votando para ele sair. Ele é chato, político, fica discursando. Tem que sair de lá e se candidatar!", gritou. "Se o Cézar ganhar, eu mudo de país. Arrumo minha mala e partiu Argentina, Chile...", brincou.

Sexo sem vergonha - e sem camisinha

Do lado de dentro, na mesma hora em que dava entrevista para os jornalistas, outro também chorava sua eliminação. Era Rafael, o namoradico de Talita no jogo. O casal viveu momentos tórridos debaixo do edredom, e claro que a paixão virou assunto. Se o namoro continua fora da casa? "Pois é, a gente sempre falou isso, que lá fora não dá para saber como vai ser. Eu não sei o que fazer para sobreviver. Cada um mora em uma cidade diferente. Enfim...", divagou.

Sobre o sexo que praticou (com vontade e freqüência), Talita avisou que não recebeu a visita de um ginecologista, como chegou a ser noticiado. A eliminada pediu - e recebeu - apenas duas pílulas do dia seguinte e um alerta da produção, falando que não era bom tomar o medicamento de forma regular, como ela andava tomando, e que eles precisavam usar camisinha para se proteger - item dispensando pelo casal logo de cara.

"Não usar camisinha eu admito que foi muito errado. E sei que não justifica, mas tiveram fatores que na hora complicaram (o uso). Não tomo anticoncepcional porque não faço relação sem camisinha, mas aconteceu. Reconheço que foi errado e peço desculpas a minha mãe apenas. E para a mãe do Rafa, talvez. Ele tem a mesma parcela de culpa que eu", falou, antes de continuar: "Ele se sente culpado também. Acho que não foi omisso. Ele sabia tanto quanto eu que tinha culpa e a gente estava lá do lado um do outro para o que viesse".

Talita ainda comentou sobre a liberdade que teve para se relacionar com Rafael sem ligar para as câmeras. "Para ser sincera, quando tinha festa, a gente bebia para caramba e acabava perdendo a noção do que estava acontecendo. A gente esquece um pouco", relembrou.

E se alguém enxergar seu comportamento de maneira errada? "Se alguém disser que pegou mal, é hipocrisia, né? A gente estava ficando, estava na mesma casa, dormia na mesma cama. Ninguém aqui transa agora? Não vou ficar presa numa casa e me impedir de me divertir e fazer o que tenho vontade", disparou. A aeromoça ainda afastou a possibilidade de estar grávida de Rafael. "Eu fiz as minhas contas na cabeça e estava tranquila em relação a isso. As meninas que começaram a me pilhar. Mas pelas minhas contas eu não estaria grávida, não", disse.

Mais chororô

O chororô recomeçou quando Talita falou sobre sua infância. "As pessoas não encaram essa personalidade forte. Acho que gostam de pessoas mais delicadas, que tem o jeito doce de falar. Mas tudo isso envolve criação. A Tamires, por exemplo, tem uma família enorme... (ela começa a chorar de soluçar). Não posso ser fofa vivendo tudo que vivi na vida. Não me sinto ruim sendo direta e objetiva. Se fui uma decepção para minha mãe e familiares, com eles me desculpo. Ter coragem é assumir seus erros e consequências. E é o que vou fazer. O restante deixa...", falou.

Apesar de tudo, segundo a eliminada, ela não pretende tentar se relacionar melhor com o pai. "É ele quem não tem uma relação boa com a gente, né? Hoje não tenho interesse (em retomar a ligação). Todas as oportunidade que eu dei, ele desperdiçou. Hoje sou satisfeita e meu pai agora não faz falta nenhuma".

Para encerrar, Talita não sabe como vai fazer para ganhar dinheiro e acertar as contas, mas segue em busca do seu sonho. "Quero ser piloto mesmo. Eu sou comissária de bordo, então já tinha um pé na área. A minha ideia sempre foi entrar na aviação, juntar dinheiro e fazer curso para piloto, que é muito caro. Desde criança digo que eu nasci para isso. E é isso que quero".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.