Advogada voltou a dizer que não tem recordações sobre a Festa Indiana, que gerou a briga entre Cássio e Marcelo

Vanessa, Clara e Angela
Thyago Andrade/Photo Rio News
Vanessa, Clara e Angela

Na noite desta terça-feira (1º), Angela Munhoz participou da coletiva de imprensa após a final do "BBB14" e avaliou sua participação no reality. "Acho que lá ninguém quer ser votado, e ninguém quer ir para o Paredão. Mesmo que você vá e volte", comentou ela. A advogada ainda avaliou o apelido que ganhou nas redes sociais, "Cobrangela", e ficou surpresa. "Eu tentava não ir para o Paredão, rezava todo dia para não ir, mas estou sabendo agora desse apelido e não sei... Preciso ver as coisas que passaram, as coisas que mostravam. Vivi aquilo lá por inteiro. Jogava na hora de votar, que eu pensava em quem ia receber votos, a pessoa que eu menos gostava que ia receber votos e tentava unir isso para não ir para o Paredão. Isso era uma estratégia que eu tinha. Agora, de me esconder, de ficar rezando, acho que era o nervosismo mesmo", defendeu-se.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias dos famosos

A advogada falou também que "ainda não caiu a ficha" sobre a segunda colocação e garantiu ter ficado feliz com o prêmio. "Eu era uma pessoa que não acreditava muito em mim e agora, com certeza, acredito no meu potencial. Acredito que eu posso, que eu consigo, que consegui realizar meu sonho. E de arrependimento... A gente se arrepende de coisas que fez. Sempre pensei várias coisas que me arrependi, mas na hora que faz, a gente acha que está fazendo certo. Então, acho que é isso que importa. Quando a gente faz, acha que está fazendo certo e é isso", declarou. Angela ainda falou sobre o que mudaria na estratégia do jogo. "Tenho arrependimentos de ficar pensando muito nas coisas, ficar me cobrando... Então, votei em fulano e me arrependi. Depois desarrependi. Sempre são muitas opções, muitas possibilidades, e me cobro muito. Me arrependo de algumas coisas que fiz, sim, como de ter votado indiretamente no Marcelo, de ter ficado pensando muito nas coisas que fiz de achar errado...", lamentou ela. 

Relacionamento com Junior

Nos primeiros dias de confinamento, Angela e Junior deram um beijo, mas o Brother não quis assumir. Os dois se estranharam um pouco e a confusão ficou maior ainda quando ele e resolveu ficar com Letícia, até então a melhor amiga da advogada. "A gente deu um beijinho só, e acabou criando toda essa confusão. No começo, me senti um pouco mal, porque tinha a sensação de que todo mundo da casa estava me olhando, estava com dó, mas aconteceu tanta coisa depois...", comentou.

Envolvimento com Marcelo

Depois da confusão com Junior, Angela se envolveu com Marcelo. O Brother brigou com Junior por causa de Letícia, beijou a sister quando ela estava no Paredão e depois começou a investir na advogada. Os dois sempre foram amigos, mas sem Junior e sem Letícia no confinamento, o caminho estava livre para os dois. "Não estava envolvida e sempre deixei isso muito claro. Fiquei com ele, porque lá dentro é muito difícil, ele ficou em cima de mim mesmo, insistiu bastante. Já tinha falado pra ele que ele não era meu estilo de cara. Ele é bem carentão e sou um pouco mais na minha. E ele insistiu, insistiu, e ele é um cara legal, bonito... Por que não? E todo mundo torcendo, pedindo uma chance e ele também. Então, eu dei (uma chance)", explicou.

Confusão com Marcelo na Festa Indiana

Uma das maiores confusões do "BBB14" foi entre Cássio e Marcelo. O estudante acusou o paranaense de ter se aproveitado de Angela enquanto ela estava bêbada. Sobre a festa, Angela volta a dizer que não tem recordações. "Lembro de ter conversado com o Diego na salinha, depois com a Poly. Depois, não lembro de nada", falou.


A segunda colocada ainda enfrentou a rejeição dos brothers ao deixar o confinamento e foi ignorada por Fran. "O Diego só me cumprimentou para não me deixar no vácuo". 


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.