Brother foi tirar satisfação com quem o colocou na berlinda e acabou gritando apenas com as meninas da casa

Após formação do novo Paredão na noite desse domingo (23) , Marcelo foi tirar satisfação com todos os confinados. A primeira a ouvir os gritos do Paranaense foi Angela , que votou em Vanessa e, com isso, fez com que o Líder Valter decidisse quem estaria na Berlinda ao lado de Tatiele Polyana .

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as notícias nos famosos

"Afinal, Angela? Afinal? Por que você não continuou com o voto que você sempre votou nessas últimas vezes?", perguntou ele ironicamente. "Voto em quem eu quiser", respondeu a advogada. Erguendo o tom de voz, Marcelo questionou novamente o voto dela. "Por que você não votou direto em mim? Por que você não foi mulher e votou em mim?". Tentando manter a calma, Angela respondeu mais uma vez que o voto era dela. "Não tive coragem, foi isso o que falei lá no confessionário. Falei que não tenho coragem de votar em você", explicou. Ainda sem entender o voto da advogada, ele continuou. "É como se você tivesse votado em mim. Com o Slim de Líder, não mudou nada. Só tirou o corpo fora". Vanessa , que também estava na sala, não se segurou. "A gente não tem o livre arbítrio agora".

Angela perdeu a paciência com Marcelo
Reprodução/Globo
Angela perdeu a paciência com Marcelo

Angela perdeu a paciência com os gritos de Marcelo. "Vou votar na Clara e vou te deixar porque você quer? Uma pessoa que fica brigando comigo? Você nem olhou na minha cara essa semana", indagou. "Então votasse em mim, frouxa", berrou ele. "Voto em quem eu quiser, já te falei", falou a sister. 

Ainda alterado, Marcelo partiu para a briga com a segunda pessoa e começou a cutucar Clara, que estava conversando com Vanessa sobre outro assunto. "As pessoas vão se perdendo sozinha. Não gostou Clara? Pode falar alto". Mas a empresária logo cortou os berros do Brother. "O que eu quiser, falo na tua cara. Estou falando do aniversário da Vanessa, não estou falando nada de você", explicou. Marcelo saiu da sala e foi para o Quarto Festa conversar com Poly.

Angela pensou que o assunto com Marcelo já tinha acabado e depois de um bom tempo também foi para o quarto falar com a Miss Cianorte. Marcelo estava por lá e tirou satisfação novamente com ela. Os dois gritaram mais forte ainda. "Não ia votar na Clara mesmo", repetiu ela. "Olha tudo o que fiz por você. Fiz promessa", berrou ele. "Fez o que? Me cobrar? Me encher o saco?", gritou a advogada mais alto. Ela saiu do quarto batendo a porta e sem conseguir falar com Poly.

No intervalo das brigas, os Brothers comentavam sobre o temperamento de Marcelo. Clara criticou o fato dele só gritar com as mulheres e falar em tom de voz baixo com Valter. Slim também o criticou. Angela falou que não o aguenta mais e quer que ele saia. Vanessa disse que está decepcionada com ele. 

Vanessa não deixou quieto e pediu para o Marcelo parar de gritar com ela
Reprodução/Globo
Vanessa não deixou quieto e pediu para o Marcelo parar de gritar com ela

Depois de mais alguns minutos, Marcelo fez uma nova vítima e começou a gritar com Vanessa na cozinha enquanto ela lavava louça. "Estou muito chateado com você também", falou. "É meio lógico que eu iria salvar a Clara, né?", respondeu ela calmamente. "Se fosse o contrário... Se coloca no meu lugar, é fácil falar. Vou defender a Clara até quando eu puder", comentou Vanessa. "Bom saber que está bem claro", disse ele, cabisbaixo. "Mas é óbvio. Quem é a pessoa que eu gosto? É a Clara. Desde o começo. Quem é a minha prioridade? Quando o Cássio brigou comigo, ninguém foi me defender. Eu tinha que ter defendido a Clara e não estou arrependida de ter defendido ela. Vou sempre defender ela. Você já votou um monte de vezes em mim e nunca falei nada", declarou a modelo.

Marcelo voltou a ficar irritado e a alterar o tom de voz. "Falei que nunca mais votaria em você", mas Vanessa logo o interrompeu. "Olha, você não grita comigo, não. Comigo não vem querer dar piti. Você fala baixo, me respeita. Me respeita que te respeito, comigo o negócio é diferente. Você acha que é bonito um homem ficar berrando que nem uma marica?", cortou ela. "Marica, não", retrucou ele. "Você não tem respeito. Se tivesse eu e a Angela, você ia votar em quem? Em mim ou na Angela? Óbvio que você ia votar em mim", pontuou a modelo.

Mas o paranaense não se deu por satisfeito, saiu da cozinha, foi para a sala e continuou irritando Vanessa. "Isso é combinação", falou ele sobre o voto de Clara e de Vanessa. "Que combinação? E se fosse, não é da sua conta", rebateu ela. "Eu falo o que penso", respondeu o Brother. "Ai, você era pau mandado do Roni", avaliou a modelo. "E você é pau mandado da Clara", respondeu ele. "É, mas eu amo ela. Eu beijo ela na boca. Tem que ser muito filha da p*** para beijar a menina de língua e no dia seguinte votar nela", soltou a modelo. "Você não precisa só beijar para ter um sentimento por uma pessoa", avaliou ele. "Então. Falou o que eu queria ouvir. É o sentimento que eu tenho por ela. Você faria a mesma coisa pelo Roni. Aponta o dedo para os outros e esquece que os outros estão apontados para você", esbravejou ela, ainda lavando louça.

Tirando Poly, que ficou ouvindo as lamúrias de Marcelo depois de todas as brigas, o único que escapou dos gritos do paranaense foi Valter Slim. Durante toda a madrugada os confinados ficaram repercutindo a formação do Paredão e a casa ficou dividida: de um lado, Marcelo e Poly. Do outro, Clara, Vanessa, Angela e Slim.

Marcelo se estressou com todos os confinados
Reprodução/Globo
Marcelo se estressou com todos os confinados


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.