Corretora de imóveis saiu com 64% e elogiou concorrentes Vanessa e Marcelo: "Eu estava entre os bons"


Em uma votação quente, com o índice de rejeição de 64%, Princy foi a primeira mulher que deixou a casa do "Big Brother Brasil 14", nessa quinta-feira (23). Logo após abraçar a família e tomar um copo de água, a corretora de imóveis conversou com os jornalistas em uma rápida coletiva no Projac, no Rio, e elogiou os oponentes de Paredão, Vanessa e Marcelo.

"Acho que é uma questão de preferência. A Vanessa é uma grande 'big brother', o Marcelo é um querido. É bacana quando a gente concorre com pessoa maravilhosas, eu estava entre os bons. Isso (o índice de 64% dos votos) não me assusta, não", garantiu. Bem à vontade, a morena ainda opinou se a relação entre Vanessa e Clara teria influenciado na permanência da paulista no jogo.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias dos famosos

Com 64% dos votos%, Princy é eliminada no quarto Paredão
Reprodução/Globo
Com 64% dos votos%, Princy é eliminada no quarto Paredão

"Eu acho legal qualquer tipo de casal. Homem com homem, mulher com mulher, acho que as pessoas querem ver histórias de amor. Se for por isso, que bacana. O pessoal está querendo preservar o romance. Eu fico mais tranquila ainda", disse. Aliás, sobre Clara, Princy avisou que, apesar de ter elogiado a sister em uma festa e ter até falado que ficaria com ela, tudo não passou de brincadeira. "Eu gosto muito de homem. Muito, muito (risos). Apesar de acha-lá muito sensual. Aquelas danças dela deixam qualquer um com vontade de fazer outras coisas. Mas não, meu negócio é homem, cheiro de homem", falou.

Sobre o futuro, a ideia inicial de Princy é continuar como corretora de imóveis, profissão que declarou ser sua paixão. Mas a fama que o "BBB" proporciona é algo que ela não quer desperdiçar. "Eu quero aproveitar tudo, até a última gota", avisou. E se pintar proposta para ensaio sensual? "Eu vou pensar, tudo depende da proposta. Vamos ver. Eu acho que nem teria como oferecer para vocês esse desprazer de tirar a roupa", disse, rindo.

"Eu me acho gostosa para outras coisas, tipo para namorar. Para sair pelada, acho que não. A primeira coisa que eu estou pensando é como a minha família está me vendo, se eu perdi algum amigo, se alguém vai ficar com vergonha de andar comigo na rua. É muito louco, ontem eu era mais uma corretora em Goiás, no meio do país, e agora a galera quer me ver pelada, está rolando isso? Pelo menos alguma coisa positiva já teve. Tem gente me querendo, e eu estou solteira (risos)", brincou.

"É uma guerra de nervos full time"

Brincar de "Big Brother Brasil", por mais que seja algo que desejava muito, impressionou Princy. "Assustou. Eu me surpreendi. Eu não sou uma mocinha protegida pela família e tudo. Eu caí na vida cedo, trabalho, ralo. Eu sei o que é pressão psicológica. No meu trabalho, toda hora eu estou milionária e pobre. Eu não esperava que fosse ser uma prova psicológica tão grande. É um jogo de grandes jogadores na vida. Não tem artista ali. É uma guerra de nervos full time", declarou.

A corretora manteve a linha política e não criticou o comportamento de ninguém da casa. Do pouco tempo que passou lá, por uma análise básica, ela disse acreditar não ter nenhum participante com chance de virar o vilão da casa. "Eu acho que não vai ter esse papel nessa edição. Pode ter o desequilibrado, o chato, mas não vai ter vilão. O desequilibrado poderia ter sido até eu, se eu continuasse, porque é difícil manter a linha. É pressão. Você se sente julgado, vigiado, pressionado, você não tem controle nem da hora que você vai ao banheiro. Não é fácil. Parece que é super legal pela TV, mas é jogo de gente grande", falou.

Princy ainda comentou os chamegos que teve com Rodrigo, eliminado na ultima terça (21): "Eu dei em cima de todos, mas em tom de brincadeira. Eu não me interessei por nenhum deles. Os meninos são mais novos, eu gosto de homens um pouco mais velhos, mas quem não gosta de seduzir, né? É divertido, ainda mais que os meninos são gatos, umas delícias. Eu acho divertido o Rodrigo achar que eu estava interessada nele. Se eu tivesse eu teria ficado com ele ou com qualquer outro".

Antes de realizar o desejo de voltar para casa e abraçar sua gata persa Flor, Princy deixou a torcida registrada. "É uma questão difícil. A minha preferência está entre o Roni e o Júnior, acho os dois muito preparados. Mas eu também adoro o Marcelo, adoraria ter torcido pelo 'portuga' também, o João, que saiu na primeira semana, também tinha uma história linda... O que eu achei mais interessante é que todo mundo ali tem uma história de luta. Tem momentos que você pensa mesmo se você merece estar ali", finalizou.

Acompanhe as principais notícias do BBB14 no iG

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.