As edições contaram com amor para dar e vender


Sempre polêmicos, os casais são atrações à parte em todas as edições do "Big Brother Brasil". Seja por causa das brigas, dos momentos quentes ou até mesmo do chororô, eles mexem com o público e geram uma verdadeira torcida para que o romance dê certo – ou não.

Siga o Twitter do iG Gente e acompanhe as notícias dos famosos

Dezenas de pares já se formaram ao longo das doze edições do reality, mas, claro, existem aqueles que marcaram o confinamento e ficaram marcados também na lembrança do público.

Quem não se lembra das danças calientes entre Vanessa e Serginho ainda no “BBB1”?! Ou dos momentos de puro carinho entre Grazi Massafera e Alan , no “BBB5” (Que Cauã Reymond nos perdoe)?!


Assim como esses casais, ainda podemos lembrar de Serginho e Flávia (“BBB10”), que apesar da opção sexual do brother, se jogaram num romance para lá de inusitado. Dourado e Juliana , no “BBB4”, também marcaram história pelo romance turbulento, cheio de altos e baixos.

Por falar em turbulento, como esquecer da novela que se tornou o namoro entre Max e Francine (BBB9), que sempre tinha um novo capítulo para entreter o público cativo do programa.

Diego "Alemão" , então, esbanjou amor em sua participação no “BBB7”. O bonitão protagonizou cenas quentes com Fani , mas não deixou de declarar seu amor por Íris , com quem teve um relacionamento fora do confinamento.


Acompanhe tudo o que acontece no "BBB13"

A vencedora do “BBB11”, Maria Melilo , também ficou na lembrança dos brasileiros após se apaixonar loucamente por Maurício , com quem chegou a ir para debaixo do edredom durante o programa. Mas, por causa do jeito como a sister era tratada pelo brother, o público foi ao delírio quando ela se rendeu aos encantos do médico bonzinho Wesley .

Por fim, vale lembrar de Renata , a sister que tinha muito amor para dar. Ela começou o programa com Jonas , declarou seu interesse por Ronaldo e acabou o programa com Rafael . Ufa!

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.