"Estão pacificando as comunidades e esquecendo da rua", diz Jhama após ter seu carro roubado

Jhama:
Reprodução/ Facebook
Jhama: "Como cidadão, sinto-me desprotegido"
O ator e músico Jhama , que faz parte do núcleo cômico de "Aquele Beijo", onde interpreta papel de Herondi, o fiel assistente de Iara, vivida por Claudia Gimenez , foi assaltado à mão armada na noite dessa quinta-feira (12) em Taquara, na Zona Oeste do Rio. De acordo com a assessoria de imprensa do ator, ele foi abordado por dois assaltantes armados enquanto voltava da gravação do primeiro CD da banda Trio Ternura, a qual o ator Thiago Martins também é um dos membros.

Segundo Jhama, os criminosos o seguiram em seu carro, um Mitsubishi preto, modelo Airtrek, e deram tiros para o alto para que ele saísse.

"Como cidadão, sinto-me desprotegido. Estão pacificando as comunidades e esquecendo da rua. O Rio está tenso. As pessoas da região disseram que não deveria ser alguém dali, que seria de fora. A Taquara é um local que os atores passam sempre, é caminho para o Projac, não tem um policiamento intensivo, como não acontece em vários outros locais. No momento da abordagem (mais ou menos 23h30), eu simplesmente não tive reação. É tudo muito rápido, era um de cada lado, batendo no vidro, gritando ´perdeu´. Eu quis logo sair dali e me assustei quando começaram a dar tiros para o alto. O que precisamos é de segurança, eu não sou o único a passar por isso", conta Jhama, morador do Vidigal, que se diz aliviado por não ter sofrido nenhuma agressão física.

O ator registrou queixa na 32ª DP, em Taquara. Apesar do carro do ator ter o sistema de monitoramento, o veículo, até o momento, não foi encontrado. Ele diz que ainda espera recuperar o carro.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.