Humorista volta a ser destaque após justiça proibir a venda de seu DVD

Rafinha Bastos
Luciano Trevisan
Rafinha Bastos

Longe das telinhas após a polêmica com Wanessa , Rafinha Bastos segue assíduo nas redes sociais, como Twitter e Facebook. E foi por lá que fez um de seus primeiros comentários sobre a proibição pela justiça das vendas de seu DVD “A Arte do Insulto” . "Como diria a bruxa do Pica-pau: E lá vamos nós... ", postou na página da rede social.

Leia também: Justiça proíbe a venda de DVD de Rafinha Bastos

A alegação para o veto seriam as piadas ofensivas em relação aos deficientes físicos e mentais. No trecho, que envolve o nome da Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais), o humorista diz que internou seu pênis na entidade após usar um preservativo com efeito retardante.

Leia também: “Estou muito orgulhoso da APAE ter assistido meu material”, diz Rafinha Bastos

Relembre: Wanessa sobre Rafinha Bastos: “Só se perdoa quem pede desculpas”

No mesmo DVD, Rafinha ainda debate outros temas como religião, pessoas feias e bonitas e pena de morte. Confira aqui alguns trechos.

Cena de Rafinha Bastos no DVD
Reprodução
Cena de Rafinha Bastos no DVD "A Arte do Insulto"

Polêmica nos palcos -- e longe dele

Além de levantar temas polêmicos em seu DVD, Rafinha também se envolveu em confusões longe do palco. Na mais recente, foi condenado a pagar cerca de R$ 22 mil no caso Wanessa. Em 25 de janeiro, pelo Facebook, comentou sua saída da emissora, que aconteceu logo após seu afastamento causado pelo comentário sobre a cantora:

“Amigos... Pra quem tem alguma dúvida e, por incrível que pareça, ainda tem algum interesse pelo assunto: Saí da Band, sim. Um dia após a confirmação da minha suspensão (amplamente divulgada pela imprensa), eu pedi demissão e nunca cogitei em voltar atrás. Durante todo o episódio a imprensa me pintou como um monstro. Quero dizer que acho precipitado assumir isso de uma pessoa apenas porque ela assassinou dois homens e sequestrou uma idosa. Poucos sabem que a dita senhora se divertiu muito no cativeiro. Nós brincávamos de Qual é a Música e cantávamos os sucessos do Wanderley Cardoso. Saibam vocês que sou do bem. Ontem mesmo eu ajudei um anão a chegar no vigésimo segundo andar de um prédio.”

Em outro tópico, satirizou o excesso de processos. “E se toda piada, eu acabar com "brincadeirinha!"? Irei menos ao tribunal?”.

Leia também: Ao iG, Rafinha Bastos responde perguntas com receita de bolo

Relembre o caso Wanessa, que resultou na saída do humorista da Band e outras polêmicas do ex-CQC.

- No dia 19 de setembro de 2011, Rafinha Bastos, ainda na bancada do “CQC”, fez um comentário sobre Wanessa, que assustou até seus colegas de programa. O humorista disse que “comeria ela e o bebê”. Na época, a cantora estava grávida de cinco meses de José Marcus , seu primeiro filho com Marcus Buaiz . Após processo – que ainda cabe recurso das partes --, Rafinha foi condenado a pagar 30 salários mínimos (cerca de R$ 22 mil) para Wanessa, Marcus Buaiz e José Marcus.

- Meses antes, Rafinha alfinetou Daniela Albuquerque também durante a atração da Band , após a mulher de Amilcare Dallevo ficar na primeira posição do "Top Five" com uma entrevista com Vitor Belfort , em que tem dificuldade em pronunciar “octógono”. Após o vídeo, Rafinha disparou: "Se fosse eu já dava uma cotovelada. É octógono, cadela! Põe esse nariz no lugar". Uma semana após o comentário, Rafinha pediu desculpas à apresentadora, que aceitou.

Após pedido de demissão, Rafinha Bastos posta foto procurando emprego. Sátiras após polêmica entraram no processo contra o humorista.
Reprodução/Twitter
Após pedido de demissão, Rafinha Bastos posta foto procurando emprego. Sátiras após polêmica entraram no processo contra o humorista.
Leia também: Daniela Albuquerque aceita pedido de desculpas de Rafinha Bastos

- Em maio de 2011, o Ministério Público iniciou uma investigação contra Rafinha, que fez um comentário polêmico em seu Twitter, rede social onde o humorista aparecia, na época, como a personalidade mais influente, de acordo com jornal “The New York Times”. O post, sobre estupro, gerou muitas críticas. "Toda mulher que eu vejo na rua reclamando que foi estuprada é feia... Tá reclamando do quê? Deveria dar graças a Deus. Isso pra você não foi um crime, e sim uma oportunidade. Homem que fez isso não merece cadeia, merece um abraço", escreveu Rafinha.

Leia mais: Após polêmica, Rafinha Bastos ironiza afastamento do "CQC"

- Rafinha não perdeu o tom da piada mesmo longe da Band. Na noite em que Mônica Iozzi apresentou o “CQC” em seu lugar, logo após seu afastamento no programa , o humorista publicou no Twitter fotos com mulheres em poses sensuais. "Que noite triste para mim", escreveu ele. O excesso de brincadeiras em relação ao afastamento virou tema no processo movido por Wanessa e Buaiz contra o humorista.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.