Hubs de Gente

enhanced by Google
 

Angélica

Posição no Ranking dos famosos:
Compartilhar:
  • Nome

    Angélica

  • Idade

    37 anos (30/11/1973)

  • Naturalidade

    Santo André, São Paulo

  • Signo

    Sagitário

  • Status

    Casada com Luciano Huck

Angélica cresceu diante das câmeras. Desde as primeiras aparições, aos 4 anos, até seu primeiro grande desafio - substituir Xuxa à frente de um programa infantil da Rede Manchete, em 1987 - continua como apresentadora de sucesso. Está sempre em destaque, o que mostra seu talento na condução da carreira. Casou-se com Luciano Huck, com quem tem dois filhos. Apresenta os programas "Vídeo Show" e "Estrelas", da Globo.

Ler biografia completa

FAMOSOS RELACIONADOS

  • Luciana Gimenez
  • Ana Maria Braga
  • Ana Hickmann
  • Xuxa
  • Eliana
  • Luciano Huck

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Todas as notícias

Angélica no Twitter

Siga o Twitter do iG Gente

Biografia completa de Angélica

BIOGRAFIA

O Brasil viu pela primeira vez a loirinha de olhos verdes e sobrenome de origem polonesa em 1978, quando Angélica foi eleita a criança mais bonita do país no programa do Chacrinha, então na TV Bandeirantes. Continuou a aparecer nas telas em propagandas como modelo até os 12 anos, quando deu início à sua carreira de apresentadora em 1986, no programa infantil “Nave da Fantasia”, de curta duração na extinta TV Manchete.

O sucesso veio um ano depois, em 1987, quando a Rede Manchete resolveu recriar o Clube da Criança, que estava inativo desde a saída de Xuxa, em 1986. Na mesma emissora, Angélica comandou os programas “Shock” e “Milk Shake”, esse último aos sábados à tarde. Foi o auge de sua carreira na Manchete, quando se transformou num dos principais contratos da emissora.

Em 1993, a apresentadora foi convidada para trabalhar no SBT, onde comandou o “Casa da Angélica” e “TV Animal”. Logo depois substituiu Gugu no programa “Passa ou Repassa”. Na época, já era ídolo das crianças e adolescentes, e conquistou grande apreço de Silvio Santos. Desde esta época, adquire fortuna com marcas com a franquia de seu nome, primeiro em brinquedos e depois, produtos de beleza.

O contrato com a Rede Globo aconteceu em 1996, onde estreou com “Angel Mix” (1996-2000). Atuou na novelinha “Caça-Talentos” (1996-1998) e em “Flora Encantada” (1999-2000), inseridas no programa e que eram incursões da apresentadora como atriz. Esteve à frente também de “Angélica Especial” (1996) e “Bambuluá” (2000-2001). No entanto, a fórmula de programas infantis estrelados por apresentadoras loiras estava em decadência e, embora “Bambuluá” tivesse uma proposta diferente, quase como uma novela de historinhas, não conquistou o horário matinal.

A apresentadora passou então por um período indefinido durante anos, quando foi escalada para comandar diariamente o Vídeo Game, programa de auditório pré-gravado inserido no Vídeo Show, no ar até hoje. Ao mesmo tempo, a partir de 2002 e até 2006, Angélica comandou ao vivo as edições do “Fama”, espécie de reality show onde os candidatos são postos à prova em quadros musicais.

Deu-se tão bem na função quanto Ryan Seacrest (o apresentador do American Idol, programa da TV norte-americana no qual “Fama” era inspirado). Nesse período, casou-se já grávida de quatro meses com o apresentador Luciano Huck, em 30 de outubro de 2004.

Desde abril de 2006, Angélica apresenta o programa “Estrelas”, nas tardes de sábado, com reportagens informais que desvendam detalhes da vida de personalidades. Logo depois, entra em cena seu marido com “Caldeirão do Huck”. A família Huck domina os sábados à tarde na TV aberta de maior audiência no país.

Atuou recentemente em um dos episódios da minissérie “As Cariocas”, adaptação de Daniel Filho para contos de Sérgio Porto.

Angélica não dorme sobre a fama. Aproveitando a superexposição que terá com a exibição da minissérie, posou para a capa da edição de setembro de 2010 de Playboy, numa reprodução da edição de 1964, que traz a russa Olga Schoberova, com uma grossa blusa preta de lã, apenas com as pernas de fora. A garotinha que um dia foi eleita a criança mais bela do país hoje é uma das únicas estrelas da TV Globo que consegue aparecer de roupa na capa da revista “Playboy”.

 

<span>Angélica nasceu em 1973, e começou sua carreira aos 13 anos no programa "Nave da Fantasia"</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>Num total de 13 discos, Angélica começou sua carreira musical em 1988</span> - <strong>Foto: Divulgação</strong> <span>A fama mesmo veio com sua famosa personagem no programa "Caça Talentos", a Fada Bela</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>Outra das atrações que a apresentadora comandou foi o programa Fama, ao lado do cantor Toni Garrido</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>Hoje Angélica apresenta o quadro "Video Game", do programa "Video Show"...</span> - <strong>Foto: AgNews</strong> <span>... o progama "Estrelas"</span> - <strong>Foto: AgNews</strong> <span>Em 2004, Angélica subiu ao altar com o apresentador Luciano Huck</span> - <strong>Foto: Reprodução</strong> <span>E hoje o casal é um dos mais influentes do pais, e possui dois filhos, Benício e Joaquim</span> - <strong>Foto: AgNews</strong>

 

Angélica tem 13 CDs gravados e atuou em 6 filmes. Sua música mais famosa é também a primeira gravada “Vou de Táxi” (1988), cujo refrão se transformou em bordão nacional. Trata-se de uma versão nacional da música Joe le Táxi, cantada pela francesa Vanessa Paradis, mulher de  Johnny Depp.

Discografia

Gravou CDs anualmente de 1988 a 2001, exceto em 2000. Todos os discos se chamaram “Angélica”, com exceção de “Meu Jeito de Ser”, de 1993. Tem mais de 11 milhões de cópias vendidas, ao se considerar os CDs e singles.

Filmes
A lista a seguir contém apenas ficções em que Angélica tem atuação destacada.

1990 – Uma Escola Atrapalhada (com Trapalhões, Supla e Selton Mello)
1992 – Angélica e o Mágico de Oz
1999 – Zoando na TV
2004 – Um Show de Verão
2009 – Xuxa e o Mistério de Feiurinha

Na TV (como apresentadora)

1987 - Nave da Fantasia
1988/1993 – Clube da Criança
1988/1993 – Milk Shake
1993/1996 – Casa da Angélica
1995/1996 – Passa ou Repassa
1995/1996 – TV Animal
1996/ 2000 – Angel Mix
2001/2004 – Fama
2001/2010 – Vídeo Game
2006/presente

Na TV (como atriz)

1982 – Avenida Paulista
Primeira aparição de Angélica na Globo, em cenas de flashback da personagem de Bruna Lombardi

1991 – O Guarani
Representa Cecília, o amor de Peri na adaptação do clássico de José de Alencar em minissérie da Rede Manchete

1996-1998 – Caça-Talentos
Interpretava a Fada Bela na novelinha que era apresentada durante o programa Angel Mix, na TV Globo

1999 - Flora Encantada
Também no Angel Mix, interpretava Flora

2001 – Um Anjo Caiu do Céu
Interpreta um anjo do bem na telenovela e novamente atua ao lado do cantor Supla

2010 – As Cariocas
Maria Tereza, uma mulher que é traída pelo marido na minissérie dirigida por Daniel Filho, adaptação de textos do escritor Sérgio Porto

Angélica conseguiu se livrar da marca que carregam suas colegas de carreira e livrou-se de qualquer lembrança que a ligasse ao público infantil, na voz ou nas roupas, tarefa difícil para Xuxa  e Eliana, esta última ex-namorada de Huck. Há muito tempo, desde que se tornou milionária, rainha de franquias de batom, cereal e esmalte, Angélica trabalha para se livrar desse estigma.

Seu primeiro namorado foi o radialista e apresentador César Filho, durante sete anos, até 1996. Sua virgindade era tema da imprensa especializada em TV, até que ela própria se encarregou de resolver o mistério. Contou que perdera a virgindade aos 18 anos, durante uma viagem com o namorado. No entanto, não havia registros de intimidade entre ela e César Filho. “Ele era mais meu amigo que amante”, conta a loira. Teve um namoro relâmpago com o ator e apresentador Marcio Garcia. “Por esse eu fui apaixonada”, costumava dizer.

Depois a apresentadora namorou Mauricio Mattar, ator da TV Globo, músico, homem casado (e com filhos) até encontrar Angélica. Tiveram no início, a partir de 1998, o que ela mesma denominava “amizade colorida”, que logo se transformou em um conturbado relacionamento cheio de idas e vindas, que incluiu uma separação – Mattar começou a namorar em 2001 a atriz Deborah Secco e se afastou de Angélica.

Durante este período, Angélica procurou o ombro amigo do empresário Luiz André Calainho, sócio da Rádio Joven Pan, amigo de Luciano Huck . O relacionamento durou 9 meses e a atriz declarou que estava construindo uma mansão na Barra da Tijuca para se casar com o empresário. O namoro terminou abruptamente, após o rompimento de Mattar com Deborah Secco.

Angélica reatou com Mattar, mas o relacionamento foi oficialmente desfeito em um comunicado emitido no dia 8 de dezembro de 2003. Cerca de um ano depois, em 30 de outubro de 2004, Angélica se casa com Luciano Huck, grávida de quatro meses de seu primeiro filho, Joaquim. Em 2007 nasceu o segundo filho do casal, Benício.

 

Ver de novo