A atriz que interpreta a Bartira, de “Cordel Encantado”, é a nova aposta da Rede Globo, mas o grande público ainda não sabe quem ela é

Nas ruas, ela quase nunca ouve o próprio nome quando é abordada. Alguns a chamam de Bartira, a nordestina romântica e guerreira de “Cordel Encantado” , novela das 18h da Globo. Outros lembram da Alice, a menina louquinha da série produzida pela HBO. Mas são poucos os que identificam a atriz Andréia Horta como a intérprete desses personagens. E ela adora que seja assim. “Acho que não sei o que é ser famosa. A maioria das pessoas me conhece pelos personagens e nem sabe o meu nome. É claro que quero que meu trabalho seja reconhecido, mas não sou perseguida pelos paparazzi”, diverte-se ela, que saiu aos 17 anos de Juiz de Fora, em Minas Gerais, para seguir o sonho de ser atriz.

Andréia Horta:
Isabela Kassow
Andréia Horta:"A maioria das pessoas me conhece pelos personagens e nem sabe o meu nome"

Hoje, aos 27 anos, Andréia é apontada como uma das grandes promessas da televisão brasileira. Nos últimos cinco anos a atriz vinda do teatro enfileirou papéis de destaque em três canais – além da Globo e HBO, participou de três novelas na Record – e ganhou elogios rasgados de diretores, como Ricardo Waddington e Sérgio Machado . “Quando era garotinha, sonhava exatamente em ser como eu sou hoje. Essa atriz construída, independente e livre”.

Mesmo com a bagagem notável , Andréia ainda exibe um sintoma da mineirice e faz questão de preservar a privacidade. Mas quem acompanhou "Alice", há três anos, estranharia esse traço de timidez. Na série que a revelou, dirigida por Karim Aïnouz e Sérgio Machado, estava em cena um mulherão. Na trama, a personagem-título saía da vida pacata em Palmas, no Tocantins, e se mudava para São Paulo, onde mergulhava nas noitadas, nas drogas e experimentava o sexo livre. Por causa da liberdade excessiva da personagem, Andréia apareceu em várias cenas nua.

“Quando se tem um contexto sólido, bons parceiros, é de bom gosto e sei que o nu não vai ser gratuito, rola. Na verdade essas cenas não passam de um balé matemático. Você mexe a cabeça aqui, a perna ali”, afirma ela, que não ficou confortável em saber que as imagens estão na internet. “Logo que a série lançou, a HBO recolheu muitos vídeos que estavam na web. Mas não tem como ter controle na internet, os vídeos sempre voltam. É por isso que a reflexão está na hora de fazer o trabalho. Porque depois que faz, não tem mais volta”.

Andréia Horta está no ar como a Bartira de
Isabela Kassow
Andréia Horta está no ar como a Bartira de "Cordel Encantado". Antes, ela já teve papeis de destaque na Record e HBO
A mineirice volta a aparecer em questões que não a deixam confortável ou em perguntas mais polêmicas. “Eu cultuo o não sei. Acho que é o caminho mais fácil para se saber uma coisa”, afirma. Sobre a vida amorosa, Andréia prefere revelar o mínimo possível. “No papel eu sou solteira, mas tem alguém... Quero preservar essa pessoa porque estamos no início. Mas ele não é famoso”, avisa.

Figura rara na noite, ela afirma que é uma pessoa como outra qualquer. “Ah, eu gosto de ficar em casa e receber amigos. Mas adoro sair para dançar. Aí, me acabo até altas horas da manhã”, diz ela, que sonha casar e ter filhos. “Quero todos esses clichês. Nunca sonhei com a cerimônia, mas sempre quis construir uma família e uma relação sólida, de parceria”.

Andréia Horta:
Isabela Kassow
Andréia Horta:"A maioria das pessoas me conhece pelos personagens e nem sabe o meu nome"
Vida real X Ficcção

Em “Cordel Encantado”, a personagem de Andréia divide o marido, Farid ( Mouhamed Harfouch ), com duas outras mulheres: Neusa ( Heloísa Perissé ), e Penélope ( Paula Burlamaqui ). Mesmo afirmando que é ciumenta e que não saberia se perdoaria uma traição, ela revelou ter passado por uma situação similar. “Em que ponta do triângulo eu estava, não vem ao caso. Mas é um momento de decisões extremas. Alguém tem que ir embora”, diz.

Além da comédia, Bartira trouxe para Andréia uma vertente que ela nunca tinha experimentado na televisão: a de mãe. “Tenho três crianças me chamando de mainha. Olha que delícia? Quando estou gravando, a impressão é que estou em um quintal brincando ”. Coincidência ou não, Andréia revela que quer ter três filhos. “Desde criança, pensei neste número, mas todas as minhas amigas falam: ‘tenha só o primeiro para você ver o que é (ter) três’ (risos). Mas ainda tenho 27 anos e está cedo para pensar nisso”, confessa.

Com contrato de longo prazo na Globo, Andréia só quer uma coisa para o seu futuro: que se encontre com bons personagens. “Ser atriz te permite chegar em lugares que nunca te deixariam. Você mergulha em buracos. Isso te dá uma sensação de entendimento do ser humano. Não me importo se os personagens sejam coadjuvantes ou protagonistas. Só quero papeis que me desafiem”, avisa.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.