No Brasil para lançar seu novo filme, “O Ritual”, a atriz fala sobre o companheiro de cena, Anthony Hopkins

Alice Braga em cena do filme
Divulgação
Alice Braga em cena do filme "O Ritual"
Inspirado em fatos reais relatados no livro homônimo de Matt Baglio , o filme de terror aborda temas como religião, fé e exorcismo. Na trama, Alice Braga interpreta uma jornalista que acompanha um curso sobre exorcismo no Vaticano.

Durante uma coletiva de imprensa nessa terça-feira (01), a atriz falou sobre sua atuação no filme protagonizado por Anthony Hopkins . Em pauta também: religião, Hollywood e novos projetos.

Aos 27 anos, Alice tem produções internacionais em seu currículo. A atriz já contracenou com Jude Law, Will Smith, Rodrigo Santoro, Wagner Moura , entre outros. Agora é a vez de Anthony Hopkins . “Além de ser um grande ator, é um ser humano admirável, muito generoso, muito carinhoso e verdadeiro”, conta ela sobre o ator, que só conheceu no set de filmagens.

Sua relação com a religião não mudou após o longa, mas ela certamente “acredita mais no diabo do que acreditava antes”. “Eu nasci e cresci como católica, fui batizada, fiz primeira comunhão, mas nunca fui muito ligada à religião e nunca acreditei muito em diabo ou exorcismo. Hoje em dia eu não vou mais à igreja, eu ia mais quando a minha avó estava viva”, revela.

Alice recebeu o convite de Walter Salles Jr. para atuar no filme “On the Road”, de Jack Kerouac . “Esse convite para mim foi realizar um sonho. Adorei trabalhar com o Walter, ele é incrível, supercarinhoso, ele fala baixinho, delicado”. A parceria entre os dois já tinha acontecido nos filmes “Cidade Baixa” e “Cidade de Deus”, em que o cineasta foi produtor. A sobrinha de Sônia Braga não se sente desprestigiada por estar vinculada a papéis latinos. Segundo ela, o mercado está aberto para atores estrangeiros, “é um momento de juntar culturas diferentes para criar uma coisa mais mundial no cinema”. E complementa: “Eu tenho sotaque, é uma coisa que existe, eu posso aprimorar, mas nunca poderia fazer uma americana”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.