Confinados falam de Monique Evans, João Kleber e Joana Machado

Confinados aproveitam o tempo para falar dos outros peões
Reprodução
Confinados aproveitam o tempo para falar dos outros peões
Na noite desta quarta-feira (27), Valesca Popozuda foi até a Casa da Roça para conversar com os confinados na berlinda. A funkeira quis saber como estava a vida dos companheiros e, logo em seguida, começou a fazer fofoca sobre os peões.

“Ontem, quando o João Kleber voltou, todo mundo ficou de queixo caído. Ele fez muita pressão e se jogou no chão. Foi uma cena ridícula e ninguém gostou do que viu”, contou Valesca.

Os roceiros riram e confessaram que imaginaram que a recepção não seria dar melhores. A peoa continuou: “A Duda deu uma dura nele. Ela disse que ele subestima as pessoas”. Em seguida, ela afirmou que o Fazendeiro estava bem mais tranquilo, conversando com todos na sede de forma bem educada.

“E a Joana ? Falou alguma coisa hoje de mim?”, perguntou Taciane , a fim de saber se a personal trainer estava falando algo a seu respeito. A funkeira disse que a companheira de confinamento não tinha dito nada, mas que, na verdade, não tinha conversado com quase ninguém durante o dia todo, porque não sabia nem cuidar das plantas direito.

Depois, Gui Pádua quis saber se Monique Evans estava colaborando com as tarefas da sede. “Aquela ali só finge que ajuda, como sempre”, respondeu Valesca. Todos riram e o paraquedista aproveitou para imitar a Titia, dizendo frases que ela sempre diz, como “A Titia está tão cansada do trabalho” e “A Titia lavou toda a louça”.

O assunto – e o veneno – acabou quando a produção pediu que os peões ficassem dentro da sede.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.