A modelo conversa no palco do Programa do Gugu sobre sua passagem no jogo

Taciane Ribeiro deita no divã durante o Programa do Gugu, da Rede Record
Reprodução
Taciane Ribeiro deita no divã durante o Programa do Gugu, da Rede Record
Na tarde deste domingo (14) a ex-peoa Taciane Ribeiro participou do Programa do Gugu , apresentado por Gugu Liberato , Rede Record. Com status de “mais bonita da casa”, Taci respondeu a todas as questões levantadas no programa e afirmou que saiu porque foi “muito verdadeira”.

Logo no ínício do programa, foram mostradas imagens de Taci com o público, que a recebeu com muito carinho. A modelo tirou fotos com crianças e fãs. Porém, a ex-confinada também recebeu críticas do público.

Alguns telespectadores classificaram Taciane como indecisa, falsa e sem personalidade. “Eu acho que eu fui muito verdadeira lá dentro. Se eu tivesse sido falsa mesmo, eu estaria lá dentro até agora”, rebateu a modelo.

Para Théo Becker , o principal problema foi a modelo não mostrar o que ela realmente queria dentro do reality show. Taci concordou com o depoimento. Já Sheila Mello falou que a modelo não era muito estruturada e faltou maturidade para a ex-peoa. Enquanto isso, Carlos Carrasco observou a falta de confiança como o principal erro de Taciane.

A produção do Programa do Gugu gravou imagens da casa de Taciane, e na sequência a morena disparou: “É bom que agora o Brasil vai ver a filhinha de papai e de mamãe”.

Um psiquiatra foi convidado para analisar as imagens feitas na casa da modelo e revelou que ela tem uma casa simples, de periferia. Ela também impõe uma tendência de ir além das questões de materialidade do dia a dia.

No quadro seguinte do programa dominical, Taci escolheu, em um painel, um animal para cada companheiro. Com muita objetividade, a modelo escolheu os seguintes animais para alguns dos seus ex-companheiros:

Gui Pádua ficou com a cobra, e Théo Becker fez questão de concordar. João Kleber ficou com o urubu, pois “gosta de carniça”. Duda ficou com a anta e Taci explicou: “No bom sentido, pois ela que luta, né? Tinha que ter segurado a onda”. Monique ficou com a pantera, Compadre com a preguiça, Joana com a onça, Valesca Popozuda com a cachorra, François com o pavão, Dinei com o papagaio, Thiago Gagliasso com o pato e ela, por final, com a gatinha.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.