Confinados se emocionam e trocam elogios entre si

Peões participam de atividade no reality
Reprodução
Peões participam de atividade no reality
A atividade desta noite de quarta-feira (17) surpreendeu muito todos os peões. Os confinados deveriam, através de uma lâmpada mágica, fazer pedidos para outros participantes do reality. Todos aproveitaram a brincadeira para dar um ponto final em algumas discussões, fazer declarações para outros peões e agradecer por tudo o que viveram em "A Fazenda". Depois de muito desabafo, o jogo terminou em lágrimas e muitos abraçados.

Confira quais foram os pedidos dos peões:

Gui Pádua : “Meu primeiro pedido é para o Thiago . Gostaria que ele continuasse trabalhando esse quesito de responsabilidade e de viver em comunidade, porque isso é muito importante. Em segundo lugar é para a Monique Evans , porque hoje a Titia não quis lavar a panela, já que tinha outra tarefa. Eu acho que todos têm que nos ajudar aqui dentro. Por fim, eu já errei muito aqui dentro e quero mudar mais, preciso me restabelecer no jogo. Isso serve para todo mundo, afinal todos estão à flor da pele, mas podemos nos divertir como no começo do programa”.

Valesca : “O primeiro é para a Raquel , porque quero que ela se solte mais. O meu segundo é para que os homens parem de ser futriqueiros e o terceiro é algo que eu desejo para todos: Eu gostaria que todos ficassem os três meses. Como isso não é possível, vale o respeito aqui dentro e a amizade que podemos criar no confinamento".

Dinei : “Meu primeiro pedido é para que o João Kleber fique, porque eu deveria estar na Casa da Roça e não ele. Ele foi meu amigo e jogou no meu lugar. O segundo é para todos, já que eu não quero guardar mágoa aqui dentro e gosto de todo mundo. O terceiro é para o Marlon , porque eu o admiro muito aqui no reality e, por isso, quero que ele vá longe no jogo”.

Thiago: “O primeiro desejo é que tenhamos muita força aqui dentro. Pouco antes de entrar no programa, eu quase não vim porque minha mãe operou, mas, ao chegar, soube da história do Compadre , que perdeu a irmã. Então eu peço que essa alegria do Compadre nunca acabe, porque ele me ensinou muito. O segundo é para a Joana . Eu espero que o pavio dela não fique mais curto, mas chegue em São Paulo, porque todo mundo precisa saber a pessoa fantástica que ela é. O terceiro é para o Dinei, porque eu quero que ele não desista disso aqui, já que ele é o meu amigo aqui dentro e lá fora também”.

Monique: “Eu gostaria de pedir que todos aqui deixassem a vaidade de lado, porque não vivemos para as câmeras aqui dentro, porque cada um tem seus limites. O segundo pedido é para quem finge que ajuda, mas vive cobrando algo em troca. Caso você tenha que ajudar alguém, é para ajudar sem visar retorno. O terceiro e último é que muita gente chama o médico ou precisa de atendimento e ninguém sabe, como é o caso do Compadre Washington. Por isso, seria legal se todos reparassem mais no outro, porque, às vezes, vocês nem olham para o lado quando alguém só está esperando um ‘muito obrigada’ ou um ‘boa noite’”.

Anna : “O primeiro é para a Vava, porque eu não quero que ela duvide nunca de mim. Ela é muito especial para mim. O segundo é para a Joana, também para que ela acredite em mim. Não quero que ela acredite que fiz algo pensando em mim ou em dinheiro e, se eu errei, peço desculpas. Meu terceiro pedido é que eu gostaria muito de ouvir um perdão do Gui”.

Compadre Washington: “Quando rolar festa vê se toca ‘ É o Tchan ’. O segundo pedido é que, como o Thiago disse, eu sou muito alegre e esse era o meu propósito, então, por ser um cara com problemas de saúde, estou dando o meu melhor. Gostaria que todos entendessem minhas limitações e acreditem que eu quero passar muita alegria aqui dentro. O terceiro é para quem vencer o programa, porque eu gostaria de levar uma pontinha desses R$ 2 milhões”.

Marlon : “Não farei um pedido, mas um desabafo. Dinei, você calou a minha boca, porque eu já te julguei e você mudou tudo o que eu um dia achei. Eu te admiro muito mesmo. O segundo vai para o Gui: Parceiro, você é um cara que nos orgulha, então usa o seu talento para o bem e não deixe esse brilho se apagar com palavras. Reverta essa situação e mostre quem você é de verdade. O último é para a Anna, pois ela sabe que eu gosto muito dela e, por ser essa pessoa admirável, não deve pecar pelas palavras, porque a boca da gente é o nosso pior inimigo”.

Joana Machado: “Gente, eu sou tímida, mas vou tentar. Eu gostaria de falar antes para a Dani: Já te julguei, talvez pelo passado em comum, mas você está se mostrando uma pessoa maravilhosa. O segundo vai para a Aninha: O passado não existe mais, porque todos erraram aqui dentro. Gosto de você, estou sentindo sua falta e espero muito que você volte logo. O último é para o Thi, porque ele tem se mostrado alguém com uma maturidade incrível. Gosto muito de sua atitude aqui dentro e tenho um carinho imenso por ele”.

João Kleber: “Em primeiro lugar, que vença o melhor. O segundo é para que o Dinei continue assim, porque, quando cheguei e todos me chamavam de almofadinha, ele foi o único a me respeitar e a se juntar a mim. Já o terceiro, só para registrar, é para a Joana, porque eu quero encontrá-la fora daqui mesmo. Aproveito a oportunidade para parar de fazer piadas com o namorado da Joana, porque é uma instituição muito séria e, por isso, não é momento para colocar pessoas sérias nas brincadeiras”.

Dani Bolina: “Então, quero falar para todos que, apesar de ter entrado com vantagem, vocês entendam que isso também gera uma desvantagem por causa dessa convivência que existe. Também fiz pré-julgamento da Joana e, hoje em dia, estamos juntas aqui. Segunda coisa, gostaria de pedir para o Compadre tirar a mão do saco e o último é também para todos, porque não tenho nada para falar de ninguém, então espero que todos saibam que sou mesmo essa pessoa que vocês estão conhecendo”.

Raquel Pacheco: “Antes de qualquer coisa eu quero agradecer caso eu deixe o programa. Eu vim para cá achando que ninguém fosse respeitar a história da minha vida e eu me surpreendi muito. Obrigada pelo tratamento, cuidado e carinho de todos. Quero pedir para vocês entenderem que ninguém é melhor do que ninguém aqui dentro e fama não é nada e não deixa ninguém melhor ou pior. Não quero sair daqui e ver uma guerra de egos, porque já percebi isso. Também quero pedir mais respeito. Eu cheguei aqui como a Raquel e quero mostrar quem eu realmente sou. A Bruna é só minha força, alguém que eu criei para passar por tudo o que eu já passei. Eu fico quieta, eu sei, mas eu gostaria que também me respeitassem”.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.