Agora que é uma celebridade, o peão compreende que todos têm as mesmas necessidades

Valesca e Raquel ouvem e comentam o que o amigo diz
Reprodução
Valesca e Raquel ouvem e comentam o que o amigo diz
Enquanto passavam um tempo na varanda, Raquel , Valesca e Marlon conversavam sobre suas vidas no início da tarde desta terça-feira (27). “É muito fácil ir na televisão, tudo bonitinho, em cima do palco e vender nossa imagem”, começou o cantor. E continuou: “Mas a gente chega em casa, tem dor de barriga como todo mundo tem, relacionamentos, a gente chora, sofre, ri, tem filho pra criar e, muitas vezes, as pessoas não conseguem assimilar isso. Era como eu via a Xuxa, por exemplo, não imaginava ela no banheiro”.

O peão explicou que depois que eles “entram nesse meio”, vão entendendo as coisas. O Fazendeiro também disse que depois que leu a biografia do Michael Jackson começou a perceber que sua vida era muito parecida com a dele: “Ele também tinha problema de família, o pai que bebia, tinha vergonha com a espinha na cara, de se achar feio, problema com saúde, dinheiro e mulher”.

“O nosso trabalho só é diferente por ser aberto ao público”, disse. E Valesca concordou e acrescentou: “É, e aqui dentro deste programa isso está muito mais visível”. Raquel também entrou na conversa comentando: “Eu penso nisso também, escovar os dentes, por exemplo, é muito pessoal”.

A escritora contou que às vezes vai até o mercado e percebe que todos olham pra ela: “As pessoas acham estranho o fato de eu ir até um mercado fazer compras”, explica. A funkeira acrescentava: “Estamos fora do palco e aqui é perna pro alto, remela no olho, babando e roncando”.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.