O peão, que protagoniza diversas brigas com Anna, desabafa sobre estada na fazenda

Valesca e Gui Pádua conversam sobre Anna Markun e estratégias futuras
Reprodução
Valesca e Gui Pádua conversam sobre Anna Markun e estratégias futuras
Após realizar suas tarefas na manhã desta terça-feira (16), Gui Pádua tomou café da manhã na companhia de alguns companheiros de confinamento.

Enquanto as conversas se prolongavam, o paraquedista permanecia quieto. Quando ficou à mesa com Valesca Popozuda , o peão desabafou.

“Estou cansado de nego (sic) falando nas costas. Eu não aguento mais isso”, comentou Gui Pádua. Valesca respondeu sem prolongar: “É complicado”.

Na sequência, a funkeira lembrou de uma solução que o esportista encontrou para ficar em silêncio. “Você usou o absorvente na orelha?”, perguntou Valesca.

“Usei. Para evitar cantorias”, comentou Gui, mencionando Anna Markun nas entrelinhas. O paraquedista ainda completou: “Estou pagando todos os pecados da vida em três dias”.

Depois da conversa na sede, Gui e Valesca voltaram a conversar, desta vez perto do campo onde os animais pastam.

Gui acusou Anna Markun de se esconder atrás de outros peões. “Ela fez contigo o que ela fez com o François e com a Duda , ela se faz de vítima e usa as pessoas como barreiras”, comentou a estratégia da atriz.

“Primeiro ela tentou um subgrupo, agora ela está formando outro, com as mulheres”, completou Gui Pádua, que ainda esbravejou: “Eu estou indo por causa dessa babaquice dela. Se fosse pela vontade da casa eu não ia (para a Roça)”.

Estratégias

Valesca demonstrou preocupação com a próxima Roça, já que desta vez ninguém precisou “quebrar a cabeça para resolver”. “Acho que a maioria das pessoas vai na Bolina ”, falou a funkeira.

Gui Pádua discordou. “Eu acho que não. Porque apesar dela ter chegado agora, ela não fez nada pra ninguém. Acho que eles vão atacar quem não têm afinidade”.



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.