Com o terceiro lugar, o performer revelou que a fama é mais importante que o dinheiro

Terceira colocada da quinta edição de “A Fazenda”, Léo Áquilla teve que se contentar com a medalha de bronze e diversos prêmios que recebeu ao longo do confinamento.

Apesar disso, em conversa com o iG , a drag queen revelou que só tinha motivos para sorrir. “Eu era famosa, f***** e feliz. Agora eu tenho motivos para sorrir. Era um dinheiro que eu precisava, mas não deu”, disse.

Acompanhe todas as notícias de "A Fazenda 5" no iG

Em seguida, Léo afirmou que considerava a fama muito mais importante do que o dinheiro e, por isso, sua missão no reality estava cumprida. O performer acrescentou: “Dinheiro a gente trabalha e ganha”.

Léo Áquilla, que sempre afirmou precisar do prêmio, desdenhou o dinheiro e revelou estar mais do que contente com a colocação. “Eu levei o terceiro lugar e essa foi a vitória para mim. Eu não estou preparada para ter R$2 milhões. De repente vão lá e matam meu filho por causa desse dinheiro. Eu tenho dois filhos”.

Projetos futuros

Agora que finalmente está voltando para a cidade grande, Léo falou sobre seus projetos de carreira. Ainda este ano, ela pretende lançar um CD, intitulado “Aqui para você”. Sua primeira música de trabalho será “It’s over Baby” e contará a história de uma esnobada verídica que a drag queen levou de um garoto do Capão Redondo, o bairro paulista em que nasceu. “Quero ver todo mundo cantando. Esse é o meu prêmio”, disse.

O incidente com o cinegrafista

Durante sua estada no reality, Léo Áquilla passou por um momento muito constrangedor. Enquanto regava as plantas, um dos cinegrafistas que acompanham os peões agrediu verbalmente a peoa .

A confusão foi tanta que Simone Sampaio entrou na discussão e gritou com o profissional.

Apesar disso, Léo preferiu não falar sobre o assunto e desconversou: “Como você sabe disso? Não... eu fui mal entendida. Acho que foi coisa da minha cabeça. A gente fica aqui sob pressão”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.