Eurípedes Carlos Borges desmente que show da dupla teria sido pago com dinheiro público

Após um show de Zezé di Camargo e Luciano realizado em Mato Grosso na última semana, o Ministério Público do Estado de Mato Grosso entrou com uma ação na Justiça para bloquear os lucros da apresentação da dupla . A justiça acatou o pedido e determinou na última terça-feira (06) que o valor arrecadado durante o evento (R$ 210 mil) fosse bloqueado, pois entendeu que o dinheiro teria saído de cofres públicos, fato desmentido pelo advogado da dupla na noite desta sexta-feira (09).

Siga o iG Gente no Twitter e acompanhe todas as notícias sobre sua estrela favorita

Zezé di Camargo e Luciano
Claudio Augusto
Zezé di Camargo e Luciano

Em comunicado à imprensa, Eurípedes Carlos Borges afirma que “A contratação de nossa empresa para a apresentação em foco foi realizada única e exclusivamente pelo Sindicato Rural de Diamantino (MT), não tendo sido celebrado qualquer ajuste com o poder público local”.

O advogado ainda informa que o valor fechado em contrato para a apresentação foi de R$ 150 mil, e não os R$ 210 mil informados inicialmente.

Confira comunicado oficial do advogado da dupla Zezé di Camargo e Luciano:

Diante da notícia divulgada por alguns veículos de comunicação de que a Justiça do Estado Mato Grosso, através do Juízo da Comarca de Diamantino, acatando pedido do Ministério Público, teria determinado o bloqueio de contas bancárias da comissão organizadora da "V Expodiamantino" e da empresa responsável pelos shows e da bilheteria do show da dupla de artistas “Zezé di Camargo & Luciano”, representada por nossa empresa, sob o fundamento de que o valor de R$ 210 mil reais, que teria sido pago pelo show realizado naquela cidade no dia 04/09/2011 teria sido custeado indevidamente pelo erário Municipal e de que referido órgão Ministerial deverá ingressar com ação civil pública visando o ressarcimento dos valores aos cofres públicos, cumpre-nos informar e esclarecer o que se segue:

1) No dia 03/03/2011 nossa empresa, ZCL COMÉRCIO PROMOÇÕES E PRODUÇÕES LTDA., CNPJ/MF nº 67.214.197/0001-32, na qualidade de representante da dupla “Zezé di Camargo & Luciano”, celebrou com o SINDICATO RURA DE DIAMANTINO, “CONTRATO DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS ARTÍSTICOS” tendo como objeto uma apresentação (show) da referida dupla de artistas, para ser realizada no dia 03/09/2011, na Exposição Agropecuária desta cidade;

2) No dia 05/07/2011 as Partes celebraram Aditivo Contratual alterando a data da apresentação para o dia 04/09/2011, bem como ajustando o valor total a ser pago em R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais).

3) Na data prevista, “Zezé di Camargo & Luciano” realizaram normalmente a apresentação. De seu lado, o SINDICATO contratante promoveu devida e aprazadamente o pagamento dos valores ajustados, diretamente a nossa empresa, pelo que foi emitida nesta data, também aprazadamente, após a verificação de cumprimento da parte financeira, a emissão da correspondente Nota Fiscal de Serviços.

4) De modo que:

b) A contratação de nossa empresa para a apresentação em foco foi realizada única e exclusivamente pelo Sindicato Rural de Diamantino(MT), não tendo sido celebrado qualquer ajuste com o poder público local, nem sequer mantido qualquer contato com quaisquer de seus representantes, para a realização do show acima mencionado, não tendo, ainda, em nenhum momento, sido aventada a possibilidade de pagamento do preço pelo poder público local;

c) Os valores ajustados foram pagos diretamente a nossa empresa através de depósitos em contas bancárias indicadas para tanto, entre 03/03/2011 e 26/08/2011, não tendo nenhum pagamento sido realizado pela Municipalidade, já que isso requereria ajustes e procedimentos próprios previamente elaborados;

d) Nossa empresa nem os artistas não tiveram nem tem, em absoluto, conhecimento sobre qualquer relação entre o SINDICATO contratante e a Municipalidade, tendo sido contratada, prestado os serviços e recebido o preço ajustado na forma convencional, como faz rotineiramente;

e) Os valores pela apresentação foram ajustados e pagos na quantia total de R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais), conforme consta do Aditivo Contratual em anexo e da referida Nota Fiscal de Serviços.

5) Tais fatos, portanto, não correspondem à verdade, pelo que reiteramos se do total desconhecimento, tanto por parte nossa empresa, quanto pelos artistas “Zezé di Camargo” e “Luciano”, de qualquer relação entre o SINDICATO contratante do show e o poder público local, o que inclusive não nos compete.

01. Diante, porém, da repercussão negativa da notícia e da necessidade de esclarecer o assunto, estamos enviando ao Ministério Público atuante na Comarca de Diamantino, requerimento demonstrando e comprovando a situação acima esclarecida e requerendo a adoção das medidas necessárias à exclusão de nossa empresa e dos artistas de qualquer procedimento administrativo e/ou judicial que diga respeito ao assunto, a fim de que inverdades como estas possam manchar a imagem e a honra da dupla “Zezé di Camargo & Luciano” e dos artistas que a compõem, construída durante longos anos de trabalho sério e honesto.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.