Apresentadora, atriz, mãe e esposa, ela fala sobre os projeto para 2011 durante lançamento do livro do marido e do sogro

Adriane Galisteu
AgNews
Adriane Galisteu
Na noite desta terça-feira (22), Adriane Galisteu foi apenas coadjuvante. A apresentadora esteve na Livraria da Vila, em São Paulo, para prestigiar o sogro, Valdemar Iodice , e o marido, Alexandre Iodice , que lançaram o livro “Ama”, mais um projeto que homenageia a Amazônia e une sustentabilidade, moda e cultura. “Hoje vim só para aplaudir e receber os convidados. A noite é dele. Não fui acompanhar, mas vi tudo por foto. O Alexandre já foi para Manaus umas quarenta vezes e quinta-feira vai para lá de novo”, comentou Adriane.

Enquanto o marido embarca para mais uma viagem ao local, Adriane se dedica ao trabalho. “Tem a peça (‘Mulheres Alteradas’), Carnaval, filho e o ‘Project Runway’. Sou feliz assim. Agenda vazia me dá tristeza”, comentou a apresentadora do mais novo projeto da Band. “Eles vão começar a fazer as eliminatórias por todo o Brasil. Vou participar de algumas. Estou muito feliz de apresentar esse programa. Eu assisto desde a terceira temporada. É um universo bacana”.

Já sobre a apresentação do Miss Brasil e do Miss Universo, divulgada recentemente, ela afirmou que ainda não sabe de nada. “Fiquei sabendo pela imprensa”, explicou Adriane, que deve se reunir com a Band para falar sobre o assunto após o Carnaval. “Eu só tenho dó porque acho que já foi um grande projeto. Antigamente, miss não podia ter plástica. Isso não deveria mudar. Nada contra, mas miss não é modelo. Não dá para ser magérrima com uma bolona de silicone”, desabafou Adriane.

Assim que souber detalhes de sua participação, Galisteu pretende se envolver nos bastidores do concurso, e não apenas subir ao palco e apresentar o nome da mulher mais bonita do Brasil. “Se for verdade, gostaria de fazer parte da produção”. Embora a apresentadora acredite que a mulher que está no posto de miss não deva ter nenhuma plástica, ela não é contra as interferências cirúrgicas. “Se a situação ficar triste, a gente alegra. Não dá para ter que apagar a luz para namorar. Por enquanto, consigo namorar no claro”, brincou.

Ainda assim, acredita que não está com o corpo ideal. Sua meta é voltar a usar uma calça jeans 36 que guarda em seu armário. “Ela é meu parâmetro. Enquanto não entrar nela, não vou sossegar”. Para atingir sua meta, Adriane voltou a praticar corrida. “Voltei a malhar pesado. Esperei até a última gota de leite para voltar a correr e fazer dieta”, explicou a mamãe de Vittorio , de seis meses.

Adriane Galisteu e Alexandre Iodice
AgNews
Adriane Galisteu e Alexandre Iodice

Adriane falou sobre a fase em que está seu pimpolho. “Ele está interagindo. Estica os bracinhos, vira a cara fazendo manha, dá risada. E ele não pode me ver que para de comer. Quando a babá está dando comida, nem chego perto”.

O papai e anfitrião da noite também falou de sua alegria. “Ele está cada dia mais maravilhoso. A gente fica viciado nele. Quer chegar em casa rápido, acordar mais cedo para ficar com ele. A gente se conecta e se envolve cada dia mais”. Com tanta paixão pelo filho, o casal ainda não pensa em novos herdeiros. “Fiquei dez meses parada. É muito tempo para o meu trabalho. Não consigo ser dondoca”, declarou Adriane.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.