Hubs de Gente

enhanced by Google
 

Adriana Esteves

Posição no Ranking dos famosos:
Compartilhar:
  • Nome

    Adriana Esteves

  • Idade

    41 anos (15/12/1969)

  • Naturalidade

    Rio de Janeiro, RJ

  • Signo

    Sagitário

  • Status

    Casada com Vladimir Brichta

Adriana Esteves começou sua carreira trabalhando como modelo. Decidiu tornar-se atriz e, aos 20 anos, passou a mostrar seu belo rosto nas novelas da Globo, onde trabalha atualmente. Entre seus papeis na TV destacam-se a personagem Dalma em “Dalma e Herivelto - Uma Canção de Amor” e Sandrinha em “Torre de Babel”. Casada com o ator Vladimir Brichta, Adriana tem dois filhos.

Ler biografia completa

FAMOSOS RELACIONADOS

  • null
  • null
  • null
  • null
  • null
  • null

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Todas as notícias

Adriana Esteves no Twitter

Siga o Twitter do iG Gente

Biografia completa de Adriana Esteves

BIOGRAFIA

Adriana Esteves Agostinho Brichta nasceu no Rio de Janeiro no dia 15 de dezembro de 1969. Filha do médico Paulo Felipe Agostinho e da artista plástica Regina Esteves Agostinho, Adriana estudou balé e teatro.

Aos 16 anos, a atriz começou sua vida profissional como modelo, após desistir de seguir carreira como bailarina. Em 1988, quando cursava publicidade na faculdade, a atriz fez uma figuração na novela “Vale Tudo, da Globo, e começou a apresentar um programa juvenil na Rede Bandeirantes chamado “Evidências”.

Na mesma época, Adriana gravou um piloto para o “Domingão do Faustão” que nunca foi ao ar. Um ano depois, em 1989, ela participou do quadro Estrela Por Um Dia, também no “Domingão do Faustão”. A participação no programa dominical da Globo lhe abriu as portas da emissora carioca e, no mesmo ano, a bela estreou como atriz em “Top Model”.

Em 1992, Adriana ganhou seu primeiro papel principal em “Pedra sobre Pedra”, na qual fez par romântico com Maurício Mattar. No ano seguinte, atuou em “Renascer”. Em 1994, a atriz chegou a gravar cenas de “Quatro por Quatro” no papel de Babalu, mas acabou sendo substituída por Letícia Spiller antes da estreia do folhetim.

Adriana ficou quase dois anos longe das câmeras sofrendo de depressão, consequência da pressão e boa dose de críticas negativas que recebeu em seus dois primeiros papeis de destaque. Mas a bela não desistiu e voltou na minissérie “Decadência” (1995), da Globo. Em seguida, foi trabalhar no SBT, onde atuou na novela “Razão de Viver” (1996).

A atriz ficou pouco na emissora de Silvio Santos. No ano seguinte, voltou à Globo, onde continuou a fazer novelas, séries e especiais. Ela mostrou que tinha dado a volta por cima quando fez a provocante Sandrinha de "Torre de Babel" (1998), que lhe rendeu quatro prêmios. Em “O Cravo e a Rosa” (2000), viveu a feminista Catarina Batista, uma de suas mais importantes atuações.

Em 2005, Adriana interpretou a dona de casa Celinha no especial de fim de ano “Toma Lá Dá Cá”. O especial se tornou programa, entrou para a grade da Globo em 2007 e ficou três anos no ar, até 2009.

Durante as gravações de “Toma Lá Dá Cá”, a atriz gravou a minissérie “Dalva e Herivelto – Uma Canção de Amor” (2010), na qual interpretou a personagem principal, a cantora Dalma de Oliveira.
Em 2011, Adriana vive Júlia, uma paleontóloga briguenta em “Morde & Assopra”, novela das 7 da Globo.

Fora da TV, Adriana trabalhou em quatro longas e cinco peças de teatro. Sua estreia no cinema foi em 1995 no filme “As Meninas”, baseado no romance homônimo de Lygia Fagundes Telles.

<span>Adriana Esteves e Vladimir Brichta estão casados desde 2003</span> - <strong>Foto: AgNews</strong> <span>Os dois se envolveram após trabalharem juntos em ´´Kubanacan``</span> - <strong>Foto: TV Globo / João Miguel Júnior</strong> <span>Vladimir Brichta com Agnes, Felipe e Vicente</span> - <strong>Foto: Brain Pix</strong> <span>Um de seus papeis mais marcantes foi a personagem Catarina Batista em ´´O Cravo e a Rosa``</span> - <strong>Foto: TV Globo / Zé Paulo Cardeal</strong> <span>Interpretar a cantora Dalma de Oliveira foi um dos trabalhos mais importantes da carreira de Adriana</span> - <strong>Foto: TV Globo / Renato Rocha Miranda</strong> <span>Em ´´Coração de Estudante``, a bela interpretou a personagem Amélia</span> - <strong>Foto: TV Globo / João Miguel Júnior</strong>

A atriz tem duas irmãs, Cláudia e Márcia.

Adriana casou-se pela primeira vez aos 19 anos com Tortila Jordan Neto, de quem separou-se em 1991. Em 1993, a atriz tornou oficial a união com o ator Marco Ricca, seu segundo marido, com quem teve um filho, Felipe, nascido em 2000.

Em 2002, quando interpretava a cômica vilã Amelinha em “Coração de Estudante”, a bela conheceu o ator Vladimir Brichta, com quem se casou em 2003. Ela incorporou o sobrenome Brichta, e o casal teve um filho, Vicente, em 2006.

Adriana também se considera mãe de Agnes, filha de Vladimir com sua falecida esposa, a cantora Gena. Os dois filhos de Adriana e Agnes vivem com a atriz e com Vladimir. A bela diz ser uma mãe muito dedicada e já afirmou que gostaria de ter ainda mais um filho.
 

Novelas

1988 – Vale Tudo (figurante)
1989 – Top Model (Tininha)
1990 – Meu Bem, Meu Mal (Patrícia Mello)
1992 – Pedra Sobre Pedra (Marina Farias Batista)
1993 – Renascer (Mariana)
1996 – Razão de Viver (Zilda)
1997 – A Indomada (Lúcia Helena/Eulália)
1998 – Torre de Babel (Sandrinha)
2000 – O Cravo e a Rosa (Catarina Batista)
2002 – Coração de Estudante (Amélia Mourão – Amelinha)
2003 – Kubanacan (Lola Calderón)
2004 – Senhora do Destino (Nazaré Tedesco)
2005 – A Lula me Disse (Heloísa Queiroz)
2005 – Belíssima (participação especial)

Programas e minisséries de TV

1991 – Caso Especial (Marina)
1992 – Especial Leandro & Leonardo (namorada de Leandro)
1992 – Você Decide episódio Águas Passadas
1994 – Você Decide episódio Anjos Sem Asas
1995 - Decadência (Carla)
1995 – Comédia da Vida Privada (Maria Helena)
1996 – Didi Malasarte (Lili)
1998 – Mulher (Liliana)
2001 – Brava Gente episódio Como Matar um Playboy (Marina)
2005 – A História de Rosa (Rosa)
2005 – Toma Lá Dá Cá (Celinha)
2005 – A Turma do Didi (ela mesma)
2005 – Sitcom.brFantástico (Mãe)
2007/2009 - Toma Lá Dá Cá (Celinha)
2010 – Dalva e Herivelto – Uma Canção de Amor (Dalva de Oliveira)
2010 – As Cariocas episódio A Vingativa do Méier (Celi)

Cinema

1995 - As Meninas (Lorena)
1999 - Tiradentes (Bárbara Eleonora)
1999 - O Trapalhão e a Luz Azul (Ana Júlia/Juliana)
2006 - Trair e Coçar é só Começar (Olímpia)

Teatro

1992 - A Dama e o Vagabundo (Cookie)
1994 - A Falecida
2001 - Ponto de Vista (Amy)
2002/2003 - Only You
2007/2008 - Auto de Angicos (Maria Bonita)

Prêmios

1998 – Prêmio APCA de melhor atriz por “Torre de Babel”
1998 – Melhores do Ano de melhor atriz por “Torre de Babel”
1998 – Troféu Imprensa de melhor atriz por “Torre de Babel”
1998 – Melhores e Piores da TV de Melhor Atriz por “Torre de Babel”
2000 – Festival Latino Americano de Cinema, Vídeo e TV, melhor atriz por “O Cravo e a Rosa”
2003 – Melhores do Ano – Domingão do Faustão, melhor atriz por "Kubanacan"
2010 – Prêmio Arte Qualidade Brasil de melhor atriz por “Dalva e Herivelto – Uma Canção de Amor”


 

Ver de novo