Há 36 anos na Globo, Marília Carneiro conta como é vestir atrizes como Claudia Raia e diz que só Gisele Bündchen não tem defeito

Marília Carneiro: figurinista da Rede Globo há 37 anos
TV Globo
Marília Carneiro: figurinista da Rede Globo há 37 anos
Marília Carneiro tem muitas histórias para contar. Foi ela quem vestiu os artistas em “Gabriela”, novela estrelada por Sonia Braga em 1975, sua estreia como figurinista da Rede Globo. Foi ela também quem lançou moda em todo o País com as meias soquetes de lurex e as estampas print da era Disco dos anos 1970, quando surgiu na televisão "Dancin' Days", de 1978, trama de sucesso que também teve como protagonista Sonia Braga.

Mas Marília prefere optar pela discrição. Não acredita ter o poder de influenciar a maneira de vestir dos brasileiros nos últimos 36 anos, seu tempo de carreira. "Não sei se quero ser tão poderosa assim. Eu acho que virei uma pessoa certa na hora certa", discorre ela, que começou uma profissão rara em uma época que a televisão era o veículo mais influente a ditar padrões de comportamento.

Daniela Escobar precisou da ajuda de Marília Carneiro para renovar o guarda-roupa
AgNews
Daniela Escobar precisou da ajuda de Marília Carneiro para renovar o guarda-roupa

Com o tempo dentro da emissora, a amizade entre Marília e as atrizes da Globo simplemente aconteceu. Entre as mais íntimas, aquelas de telefonar todo dia, está Claudia Raia , que Marília conheceu quando trabalhou como figurinista do programa "TV Pirata", nos anos 1980. "Nós nos divertíamos o dia inteiro".

Entre os papos das amigas está moda, claro. Marília vira meio que uma "personal stylist" das famosas. No dia da entrevista com o iG Gente , durante um lançamento de coleção de uma grife de roupas em São Paulo, era Daniela Escobar quem não "desgrudava" da figurinista. "A Marília vai me ajudar a escolher tudo! Preciso dar uma renovada no guarda-roupa", contou a atriz.

Na conversa, Marília diz que não vê a hora de vestir a presidenta Dilma Rousseff e que é especialista escolher roupas para mulheres reais, e "não top models como Gisele Bündchen ". Confira...

iG: Como foi trabalhar em "Ti-Ti-Ti", já que o tema central da novela era moda?
Marília Carneiro: Foi um prazer enorme! Tive uma emoção que eu não tinha desde que eu fiz " Dancin' Days", sabia? Esse tipo de sensação de reconhecimento imediato foi desde lá que eu não sentia. Foi muito gostoso.

iG: O que foi gostoso, vestir os personagens ou fazer os desfiles de Jacques Leclair e Victor Valentim?
Marília Carneiro: Fui muito corajosa, modéstia à parte, me deu frio na barriga antes de começar. Fiquei com medo do Jacques Leclair ser apedrejado na rua. Mas a perua da personagem de Claudia (Raia) foi tão maravilhosamente aceita, ficou uma perua luxuosa. Até eu que sou a pessoa mais básica do mundo, gostei. Olha o tamanho do colar que eu estou hoje.

iG: E como é a relação entre você e os atores?
Marília Carneiro: É legal, com a Claudia especialmente, porque nós fizemos "TV Pirata" juntas, lá na década de 1980. Ela fazia aquele Tonhão. Nós nos divertíamos o dia inteiro. A gente nunca se perdeu de vista, somos muito próximas.

Claudia Raia ao lado de Murilo Benício e Alexandre Borges na divertida
TV Globo
Claudia Raia ao lado de Murilo Benício e Alexandre Borges na divertida "Ti-Ti-Ti"

iG: Teve alguma peça de roupa que te marcou nos últimos dez anos e que acredita que marcou uma década?
Marília Carneiro: Acho que (a novela) "Celebridade" mexeu muito comigo. Eu adorava vestir a Malu Mader e a Claudia Abreu , quando ela copiava a personagem de Malu. Eu acho que foi o vestido de babados que Malu usava e os terninhos brancos da Prada as peças mais marcantes para mim. Foi uma novela que eu tive um prazer enorme em fazer.

iG: Diante de tanta influência que as novelas possuem no Brasil, como em comportamento e moda, você se sente poderosa?
Marília Carneiro: Nunca me perguntaram isso. Às vezes acho que tenho, mas acho que é tudo muito relativo. Tem dias que me acho uma menina, tem dias que eu me acho uma senhora à beira de largar tudo. Tem dias que me acho poderosa, tem dias que acho isso tudo é uma bobagem. Mas o ser humano é assim. Também não sei se quero ser tão poderosa assim. Acho que virei uma pessoa certa na hora certa.

Malu Mader e Claudia Abreu: o estilo das protagonistas de
TV Globo
Malu Mader e Claudia Abreu: o estilo das protagonistas de "Celebridade" marcaram a última década
iG: Você busca inspirações fora do País para os figurinos das novelas?
Marília Carneiro: Grande parte das roupas usadas por Jacques Leclair em "Ti-Ti-Ti" foram compradas em Nova York. Nova York, Milão e Paris são normais para mim. As semanas de moda são normais,  frequento todas. Acaba tudo revertendo em inspiração. Mas agora quero fazer algo meio Deserto do Atacama, lavar bem a "cabeça" e esperar o que vai me acontecer. Vou tirar umas férias longas da Globo, só volto em outubro.

iG: Deve trabalhar 24 horas por dia...
Marília Carneiro: Estou tendo uma reação estranhíssima, porque eu estava vivendo moda, agora já não vejo os editoriais com tanta empolgação. Estou querendo viajar, me desintoxicar, para ver um pouco de arte. Mas você sabe o que é que é isso? É paixão. Você sabe que a minha irmã teve a pachorra de guardar meus cadernos de criança? Você não vai acreditar que eu já fazia personagens, colocava tecido e cor nos bonequinhos. Eu já estava fazendo croquis e nem sabia.

iG: Quem você gostaria de vestir, Marília?
Marília Carneiro: Adoraria ser stylist da presidente Dilma Rousseff. Eu acho que ela tem grandes possibilidades. Cada dia que eu a vejo eu acho que ela está mais fina. Ela não tem coragem, mas eu acho que ela é uma pessoa que está se aprimorando.

iG: Tem alguma atriz que levou um figurino da novela para casa?
Marília Carneiro: Várias. De cabeça agora acho que a Daniela Escobar, a Claudia Raia...

iG: Como você faz para "esconder" as imperfeições das atrizes?
Marília Carneiro: É uma coisa muito complicada para a minha profissão, por isso que eu acho que eu saberia fazer a Dilma muito bem. É que eu não lido com a Gisele Bündchen . Não trabalho com atrizes que sejam altas, magras, modelos de passarela. Eu tive uma pessoa só que era assim, a Silvia Pfeifer . A própria Claudia (Raia) que é altíssima, tem uma cinturinha, um bundão, nada a ver com passarela. Acho que eu me dediquei a vestir a mulher normal, a mulher com defeito como todas nós. Fora a Gisele, quem não tem defeito, fala?

iG: Mas as atrizes opinam sobre o figurino?
Marília Carneiro: A primeira conversa que eu tenho com a atriz é exatamente sobre isso, onde está o problema, porque as qualidades eu estou vendo. Uma tem vergonha do braço, outra acha que a coxa é grossa. Elas são muito magras, fazem muito regime, porque não é mole encarar um vídeo. Elas confiam muito em mim, mas todas tem a opinião formada sobre o que gostam ou o que não gostam. A Claudia é superentregue, mas é claro que de vez em quando ela vem pra mim e fala: "Você viu aquela roupa que me colocou? Eu fiquei uma baleia!".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.