A apresentadora gerou muita polêmica por ser considerada homofóbica e voltou atrás, se retratando no Instagram

Após declarações polêmicas no último domingo  (8), Patrícia Abravanel vem tentando se retratar e provar que não é homofóbica. Em seu segundo pedido de desculpa no Instagram, a apresentadora questiona: "Afinal, o que é ser normal?".


+ Gays boicotam Patrícia Abravanel e programa perde audiência para Xuxa

Mesmo o SBT tentando uma "Operação Abafa", a repercussão sobre os comentários de Patrícia não parou e ela se pronunciou novamente sobre o assunto.

"Fiquei muito assustada com a repercussão do que falei no último domingo. Fui me aprofundar sobre o assunto e percebi que tenho muito o que aprender. Não queria ter causado dor, discórdia e muito menos fomentar a intolerância e o preconceito. Meu desejo como pessoa pública é levar alegria, promover o amor, compaixão e o respeito entre as pessoas na esperança de dias melhores. Do fundo do meu coração peço perdão. E assim seguimos a vida...aprendendo", escreveu.

+ Após Patrícia Abravanel, Otaviano Costa também faz comentário preconceituoso

A apresentadora fez seu primeiro pronunciamento na rede social no começo da semana e pediu desculpas "aos que se sentiram ofendidos" e afirmou ter sido mal interpretada. "Peço desculpa se ofendi alguém ontem no Jogo dos Pontinhos. Dei apenas minha opinião, mas fui mal interpretada. Sou a favor do amor do respeito e da tolerância. Mais uma vez peço desculpas", escreveu ela na legenda da imagem de um coração.