Personagem Militante, vivido por Marcelo Adnet, chamou novelas do horário de soft porn

Cena do humorístico
Divulgação
Cena do humorístico "Tá no Ar"

Com uma piada sobre a faixa de novelas das 23h da Globo na última terça-feira (9), o progarma "Tá no Ar" registrou recorde de audiência. 

Ao criticar o horário que já abrigou, entre outras, "O Rebu" e "Verdades Secretas" , o humorístico alcançou 16 pontos de ibope na Grande São Paulo. 

O personagem militante, interpretado por Marcelo Adne t, criticou a ideia da "venus platinada" de criar um novo horário para exibir novelas. "Até a Playboy deixou de mostrar subcelebridades nuas e a senhora inventa novo horário para exibir seus atores pelados? Aí o pseudo burocrata especialista visual: 'Isso é conceito, novela das 23h, terceira linha de show. Porra nenhuma! Isso soft porn". 

Assista trecho do vídeo abaixo:


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.