Jornalista teria saído chateado com direção, mas Globo reitera admiração pelo "profissional completo" que deixa a casa

O jornalista Sidney Rezende
Reprodução
O jornalista Sidney Rezende

A demissão do jornalista Sidney Rezende da GloboNews continua rendendo controvérsias. Com quase 20 anos de casa, o jornalista e apresentador foi demitido na última semana após a publicação de um artigo em seu site pessoal que criticava duramente o fato de notícias ruins serem a matéria-prima da imprensa nacional. O jornalista condenou, ainda, o que classificou como “demonização do governo”.

Ainda que a razão oficial da saída de Rezende seja a reestruturação do staff do canal jornalístico – o âncora do Jornal das Dez da emissora, Eduardo Grillo, havia sido demitido alguns dias antes  – ficou no ar a percepção de que a direção havia reprovado a postura do jornalista.

Após o site Notícias da TV divulgar que Sidney Rezende recusou dizer que sua saída do canal fora de comum acordo e que, por isso, ficou sem uma tradicional carta de despedida assinada pelo diretor geral de jornalismo e esporte  da Globo, Ali Kamel , a reportagem do iG acionou a assessoria de imprensa da emissora.

A Globo confirma a saída de Sidney Rezende, mas reitera que ela se dá por meio da não renovação do contrato do jornalista. Rezende tem contrato até fevereiro de 2016 e segue sendo remunerado até lá, mas já não aparece mais no vídeo.

À imprensa, a assessoria fez questão de mencionar que Ali Kamel guarda profunda admiração pelo jornalista. “A Globo só tem elogios à conduta profissional de Sidney, um jornalista completo”.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.