Casal passa bem, mas deve fazer novos exames nesta segunda-feira (25) no Hospital Albert Einstein, em São Paulo

Os três filhos de Angélica e Luciano Huck e as duas babás que estavam com o casal em um avião que fez um pouso forçado na manhã de domingo  (24) em Campo Grande, Mato Grosso do Sul, já tiveram alta. As crianças Joaquim, Benício e Eva e as babás foram liberadas na noite de domingo. Angélica e Huck seguem internados no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, e devem fazer novos exames nesta segunda (25). Eles também passam bem. As informações são da GloboNews. 

Leia também:  "Deus nos salvou", comenta Angélica após pouso forçado de avião


Todos receberam os primeiros atendimentos na Santa Casa de Campo Grande. A família Huck e as babás foram transferidos para São Paulo e chegaram  ao hospital paulistano por volta de 22h40  de domingo. Luciano, os filhos e as babás usaram um avião particular. Angélica foi transferida em uma UTI móvel.

Todos passaram por exames durante a noite e as crianças e as babás foram liberadas. O casal passou a noite no hospital. Eles receberam visitas dos pais e conseguiram dormir. 

O hospital Albert Einstein ainda não divulgou nenhum boletim médico. A suspeita era de que Angélica havia fraturado a bacia e Luciano Huck, uma vértebra no acidente. 

Pouso forçado

Na manhã deste domingo (24), o avião da companhia Taxi Aéreo MS teve que fazer um pouso de emergência em um pasto após uma falha. Angélica, Luciano Huck, os filhos e as babás saíram por volta das 9h no horário local (10h no horário de Brasília) de uma fazenda em Miranda, no Pantanal de Mato Grosso do Sul, em direção à capital, Campo Grande.

Além da família Huck e das funcionárias, o piloto Osmar Frattini, e o copiloto, José Flávio Zanatto foram socorridos por um helicóptero no local do pouso forçado.

Luciano Huck chegou ao hospital em Campo Grande caminhando com dificuldade. Angélica estava em uma maca
Reprodução/Globonews
Luciano Huck chegou ao hospital em Campo Grande caminhando com dificuldade. Angélica estava em uma maca

Segundo informações do "Fantástico" de domingo, um dos motores do avião parou de funcionar quando sobrevoava a Serra de Maracaju. De acordo com o piloto, o avião começou a perder altitude rapidamente quando estava a 10 minutos de Campo Grande. Osmar Frattini avisou a torre de controle que faria um pouso de emergência. 

Ainda segundo o programa, o piloto desligou o motor que funcionava para evitar o risco de explosão, não abriu o trem de pouso para que o avião não tivesse a possibilidade de capotar e fez um pouso de barriga em um pasto, a aproximadamente 30 km da capital de Mato Grosso do Sul. 

Na chegada a Santa Casa de Campo Grande, Osmar Frattini disse que "Deus o ajudou" na manobra e falou que o bimotor teve uma pane. O "Fantástico" ainda conversou com a mulher do piloto, que falou que o marido relatou falhas nas bombas de combustível. 

Angélica estava na região desde a terça-feira (19) por causa de gravações do programa "Estrelas". A próxima temporada da atração vai ser especial Pantanal.

Partiu ! #aventuranoestrelas #estrelasnacional #estrelaspantanal

Uma foto publicada por @angelicaksy em


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.