"A volta é muito importante, como se eu conseguisse mostrar para as pessoas que elas estavam erradas", fala a apresentadora

De volta no lugar onde tudo começou. É assim que Carol Nakamura diz estar se sentindo com o retorno para a televisão. A ex-bailarina do Faustão e repórter do "Domingão" foi dispensada da atração em outubro de 2014 e agora está de volta, como uma das madrinhas do concurso que vai escolher três novas bailarinas para o programa. Ou seja, de novo vai trabalhar no programa dominical e também relembrar os tempos do balé. 

"Ouvi muitas coisas na minha saída e a volta, para mim, é muito importante, como se eu conseguisse mostrar para as pessoas que elas estavam erradas", afirma Nakamura.


Ela deixou "Domingão" em um momento de reformulação e também quando a atração passou a ser gravada em São Paulo. Para ela, a dispensa foi até um reflexo da forma de trabalhar da Globo. "Eu não tive uma explicação e um motivo para minha saída. Foi uma junção de coisas. O programa veio para São Paulo, está se reformulando. Não foi só eu que sai. A Globo está passando por um processo de renovação, não mantém [funcionários] mais como antigamente, estão contratando por obra. Isso não foi uma coisa que aconteceu comigo, é uma coisa que está acontecendo com a casa", explica. 

Eu tenho o Faustão com muito carinho e gratidão"

Nakamura afirma também que não houve ressentimentos na época. "Quando eu sai, não houve a renovação do meu contrato, a única coisa que eu falei foi muito obrigada. Se eu sou quem eu sou, foi por causa do programa ao vivo, do Fausto e de tudo que ele me ensinou", lembra. Ela é só elogios ao apresentador. "Não tenho nada para reclamar. O Fausto é incrível, dá altos conselhos, é rápido, inteligente demais. Eu tenho o Faustão com muito carinho e gratidão". 

A volta para o mesmo programa que a havia mandado embora foi tranquila. "Passei três meses de ‘férias’ e recebi o convite de um diretor super querido falando que estava com um projeto novo e perguntou se topava. Disse 'lógico'", comenta. "Assim que houve o convite, teve uma reunião com as meninas e com o Faustão e ele explicou o que queria. Rolou ‘obrigada, saudade, que bom’", completa. Além de Nakamura, o concurso conta com outras quatro ex-bailarinas como madrinhas: Carla Prata , Mirella Santos , Luiza Módolo e Ivonete Liberato .

++iG acompanha seletiva:  Meninas fazem fila na Globo de dobrar quarteirão por vaga no Balé do Faustão

Carol já viajou e fez seletivas do concurso em Porto Alegre e em Fortaleza. Na sexta-feira (22) e neste sábado ela participa das provas em São Paulo , última etapa de seleção de aspirantes a bailarina. "Eu me emociono muito nesse quadro. Toda hora eu estou chorando porque é um flashback. Você olha essa fila enorme e lembra: ‘eu já fiz oito testes, já estive aqui’. Estou num momento muito legal e é como se eu estivesse voltando no tempo", descreve. 

Namoro em segundo plano

Estou satisfeita comigo mesma, me achando o máximo. Não estou realmente buscando nada"

Enquanto a apresentadora comemora a volta para TV, os assuntos do coração ficam um pouco de lado. Carol terminou em abril o namoro com o modelo Raphael Lacchine e está solteira. "Namorar eu deixei em segundo plano. É muito clichê porque todo mundo fala isso, mas é sério. Lógico que se acontecer, me apaixonei, não tem como evitar. Sou uma pessoa super do amor. Mas hoje não estou preocupada com isso. Estou satisfeita comigo mesma, me achando o máximo. Não estou realmente buscando nada", afirma. 

E os relacionamentos recentes de Carol Nakamura acabaram expostos. Ela namorou o ator Sidney Sampaio e eles romperam 15 dias antes da data prevista para o casamento. Ela chegou a anunciar o casamento no "Domingão" e desmetiu uma briga no avião com o noivo em uma viagem para  Chile. Depois, Faustão também comentou sobre o término na atração. 

Ao ser questionada sobre essa super exposição, a apresentadora se defende. "Não tem como encarar e nem como impedir as coisas. Talvez sim [tenha sido exposta demais]. A gente vai aprendendo com os erros. Acho que fui inocente demais em relação à exposição. Nunca imaginei que as coisas fossem ganhar o tamanho que tiveram. Acho que isso não foi uma exposição forçada, foi inocência", justifica. 

Futuro na Globo

Carol Nakamura mostra flexibilidade em dia de praia
Reprodução/Instagram
Carol Nakamura mostra flexibilidade em dia de praia

Apesar de dizer que está feliz com a volta ao "Domingão", Carol não sabe se continuará na atração quando o quadro do concurso das bailarinas acabar, daqui a aproximadamente três meses. "Quando terminar esse projeto eu não sei se fico ou se não fico, isso ainda não foi definido, vai depender muito do quadro. Se não ficar, volto com meus projetos antigos. Tenho a minha peça, vou me reciclar, acho que é sempre bom estar pronto", diz. No tempo que ficou fora da televisão, ela começou a ensaiar uma peça em São Paulo, mas parou para as gravações do concurso. Além disso, também gravou um curta, "Cama de vidro" e se dedicou aos estudos de teatro. 

Ser atriz é uma possibilidade que instiga Nakamura. "Gosto de trabalhar como atriz porque é novidade", comenta. Entretanto, apresentar parece já estar no sangue. "Ser apresentadora é uma coisa que eu me identifico. Está em mim. Não consigo ficar calada e saio na rua perguntando tudo para as pessoas. Já ser atriz é uma coisa que eu tenho que buscar, estudar, saber como funciona". Planos para o futuro, quem sabe. 

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.