Michel Noher tem 31 anos, é argentino e vive o personagem Felipe na novela "Sete Vidas"

O ator argentino Michel Noher tem 31 anos e está realizando um sonho que sempre o acompanhou: vir para o Brasil e atuar. Ele vive o personagem Felipe na novela “Sete Vidas” e diz que a maior dificuldade é gravar suas falas por serem em português.

Michel Noher, ator argentino
Alex Santana/ Divulgação

É a segunda vez que Michel atua em novelas brasileiras, sua estreia foi em 2014 com participação especial em “O Rebu”. Desta vez, ele assume um papel de grande importância na novela "Sete Vidas". “Já vivi muitos protagonistas na Argentina, mas chegar aqui no Brasil e fazer o papel de um personagem que muda todo o rumo da história me deixa muito feliz”, comentou.

Na novela, Felipe é um personagem que chega no meio da trama e causa uma reviravolta. Gerado por inseminação artificial, ele é um dos filhos de Miguel ( Domingos Montagner ) e morava na Argentina. Precisando de um transplante de fígado, ele volta para o Brasil em busca do pai biológico e faz com que Miguel, que já tinha contato de amizade com alguns de seus filhos, revele que é o doador 251.

“Vir para o Brasil era o meu objetivo”

Filho de Jean-Pierre Noher , conhecido pela participação nas novelas “Flor do Caribe” e “Avenida Brasil”, Michel não teve vida fácil para conquistar o seu sonho. Antes da participação em “O Rebu”, ele já tinha feito vários testes. Um dos “não” que recebeu foi para a novela “Em Família”, teste que acabou fazendo com que fosse chamado para participação em “O Rebu”. "Desde pequeno estudo português porque vir para o Brasil era meu objetivo", contou.

Assédio

Com a importância de seu personagem e a competência de seu trabalho, Michel começou a ser reconhecido nas ruas e parece estar gostando bastante dessa nova fase. “Tenho recebido bastante assédio. Isso é o reconhecimento que o público tem do meu trabalho. Acho essa demonstração de afeto muito legal ”, comentou.

“Não sei se sou um galã”

Em “Sete Vidas”, Felipe chegou chamando atenção pela sua beleza e vai acabar namorando Júlia ( Isabelle Drummond ), que já viveu um romance com um de seus irmãos, Pedro ( Jayme Matarazzo ). Muitos já o consideram um galã, mas Michel não assume o rótulo e diz que “o título de galã não depende dos meus olhos, ele é dado pelas outras pessoas”.

Novelas argentinas x brasileiras

Na Argentina, Michel Noher, tem uma carreira extensa com papéis em várias novelas, peças de teatro e séries. Ele diz que não pode comparar a produção da teledramaturgia nos dois países porque as proporções são muito diferentes. “O Brasil tem 200 milhões de habitantes, enquanto, a Argentina, tem 40 milhões. Os telespectadores daqui estão em um número muito maior. Isso faz com que o investimento também seja maior”, comentou.

O ator disse que quando entra no Projac, local onde as novelas da Globo são gravadas, se lembra de uma viagem que fez junto com a avó para o parque de diversão Universal Stúdios, quando ainda era pequeno. “A grandeza é igual, tem a cidade cenográfica onde gravam todas as novelas, tem tudo”, recordou.

Vida no Brasil

Morando no Rio de Janeiro desde dezembro, Michel diz que o que mais gosta da cidade é o contato constante com a natureza. O que ele mais sente falta é dos amigos. “É a família que a gente escolhe. Agora, com as gravações da novela, estou conhecendo novas pessoas e fazendo a minha turma aqui, mas isso é uma coisa que leva tempo”.

Futuro

Solteiro, ele considera que “amor é uma coisa que acontece, você não precisa correr atrás” e por isso não está a procura de uma namorada. Perguntado sobre a vontade de continuar atuando no Brasil, ele explica: "As duas propostas que recebi eram muito boas e irrecusáveis, sinto saudade de casa mas ainda não pensei muito sobre isso".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.