No Brasil, Kim Kardashian usa look sexy que evidencia famoso bumbum e fala sobre coleção de roupas

A manhã desta segunda-feira levou uma multidão de pessoas ao Shopping Iguatemi, em São Paulo. Em uma das salas de cinema do local, Kim Kardashian participaria de um evento para lançar a coleção Kim Kardashian West para C&A, uma seleção de 20 looks femininos criada em parceria com a socialite para a rede de lojas.

A espera

O encontro de Kim estava marcado para as 11h, mas a partir das 10h uma fila para a entrada no evento começou a ser formada por jornalistas, blogueiros, empresários e muitos fãs (a grande maioria acabou barrada). Em cerca de uma hora ela se tornou quilométrica e tomou conta dos corredores do shopping.

A entrada foi liberada por volta das 11h, mas Kim só apareceria mais de uma hora e meia depois, com a sala do cinema abarrotada pela multidão. Todos foram avisados que Kim havia proibido terminantemente fotos com celulares durante a coletiva, para desespero geral.

Regra quebrada pela própria minutos antes de sua entrada. Assim que chegou, um clima de festa tomou conta da grande maioria das pessoas. Gritinhos e aplausos foram muito bem recebidos pela celebridade, que agradeceu sorrindo e dizendo "muito obrigada", em um tom de voz extremamente fofo. E sexy.

A princípio, Kim respondeu perguntas da jornalista Lilian Pacce , que intermediou a conversa. Falou sobre o processo de criação da linha de roupas - "Me inspirei em tudo o que aprendi nas viagens que fiz pelo mundo. E no meu guarda-roupa", sobre a inveja que sentiu das brasileiras quando veio ao Brasil pela primeira vez e estava grávida - "Nada servia em mim e eu via muitas mulheres lindas mostrando suas curvas em modelitos sexy" - e no quanto estava orgulhosa com o resultado final da coleção.

Somos todos Kim

A "coletiva de imprensa", em si, viria a se mostrar um espetáculo de afeto e adoração à mulher do rapper Kanye West , por pelo menos 80% das pessoas que estavam ali. De cara, o primeiro "jornalista" a fazer uma pergunta, usou seu tempo para desejar um feliz dia das mães atrasado e dizer o quanto ele a amava. E pedir para fazer uma selfie com a rainha das selfies. E a requisição pela selfie foi continuando à medida que uma nova pessoa pegava no microfone para fazer uma pergunta.

Kim reagia com graça e agradecia os elogios, além de responder que sim, faria a selfie com o entrevistador. Até perceber que o melhor que poderia fazer seria uma selfie coletiva. "Ok, pessoal, no final fazemos uma todos juntos."

E ainda houve espaço para um jornalista pedir para que a rainha das selfies levantasse e dançasse funk carioca, com o próprio reproduzindo a batida do ritmo no microfone. "Eu detesto dançar, não levo jeito para isso", respondeu, mostrando um tanto de surpresa com o inusitado pedido.

Cerca de dez perguntas depois, a assessoria de imprensa encerrou a coletiva e Kim, como prometido, levantou-se e vitou de costas para fazer a tal selfie coletiva. "Alguns de vocês apareceram! Eu amo vocês", despediu-se ao ver o tumulto que se formava com todas as pessoas levantando das cadeiras e descendo para ficar mais perto dela, que fez uma saída rápida com dois seguranças gigantescos e dezenas de assessores.

Na noite desta segunda-feira (11) Kim volta a aparecer na loja da C&A do shopping Morumbi, em São Paulo, para a pré-venda da coleção. O evento será aberto apenas para convidados.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.