De maneira irônica, Aguinaldo Silva, autor de "Império", relata com detalhes o tombo que levou durante passeio em Lisboa

Aguinaldo Silva
AgNews
Aguinaldo Silva


Em Lisboa, onde está passando uma temporada, Aguinaldo Silva sofreu um acidente. O autor de "Império" deixava um restaurante com seu gestor, Luís Ferreira , quando tropeçou e caiu de costas na rua. 

"Íamos em direção ao Parque Mayer, antiga Broadway lisboeta, onde estava meu carro, quando pisei numa emenda no asfalto – na aparência inocente, mas na verdade assassina -, perdi o equilíbrio e, para não cair de boca no chão, impulsionei o corpo para trás e foi aí que desabei e deu-se a melódia: bati com a cabeça no chão duro", conta, em seu site oficial.

Com a queda, ele disse ter perdido os sentidos. "Segundo Luís Ferreira eu fiquei lá esborrachado durante preciosos segundos, de olhos abertos, mas voltados para o vazio absoluto, sem ouvir os apelos dele para que voltasse de onde seja lá que estava, até que de repente eu pisquei e lhe disse: 'Luís, eu bati com a cabeça!'."

O autor tentou levantar-se, em vão. Só conseguiu ficar de pé com a ajuda do gestor. "A essa altura, já tinha um galo enorme no lado esquerdo da cabeça. E qualquer movimento brusco que fizesse me provocava aquela sensação típica da labirintite – o mundo girava ao redor de mim cada vez mais depressa até parar de repente."

Mesmo em péssimo estado, ele se recusou a ir para um hospital. "Não, depois da queda eu não estava nada bem. Mesmo assim desconsiderei todos os apelos para ir num hospital fazer uma TAC, seja lá que diabos seja isso, pois num hospital, e na qualidade de paciente, só entro depois de morto."

Ele conta que no dia seguinte já estava melhor e que não tinha acontecido nada muito grave. "Acordei ontem ainda com a tal labirintite, mas prossegui com minha inflexível rotina e de tarde tive até uma reunião de negócios. Hoje a labirintite se foi. O galo na cabeça diminuiu. Meu raciocínio e minha capacidade de escrever continuam intactos, como vocês poderão comprovar lendo esse texto, " concluiu.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.