Ex-BBB disse que já esperava críticas, que levaria Marcos como amigo fora casa e que está tudo resolvido com Aline e Amanda

Missão cumprida! Essa é a sensação de Fernando Medeiros depois do terceiro lugar na 15ª edição do "Big Brother Brasil". O produtor cultural completa 33 anos nesta sexta-feira (17)  e conversou com exclusidade com o iG . No papo, ele lembrou detalhes do confinamento, falou que seu erro no jogo foi se expor demais e negou que seus romances com Aline ou Amanda possam ter sido alguma estratégia. "Sentimentalmente as pessoas me conquistaram."

Durante o "BBB 15", Fernando formou alianças desde o começo do confinamento, se apaixonou por Aline nos primeiros dias e, na reta final, se envolveu com Amanda. O triângulo amoroso rendeu críticas aqui fora. Entretanto, o produtor cultural diz que já esperava e estava pronto para lidar com isso. E está feliz com o retorno que tem recebido do público.

"Dentro da casa, quando aconteceu a falha, o meu erro, eu já esperava. Meu erro foi me expor demais. Eu acho que me entreguei muito ao jogo porque as pessoas foram jogar realmente. Algumas não se posicionavam, não falavam algumas coisas. Eu não, eu falei tudo que veio na minha cabeça, defendi quem tinha que defender, os meus ideais. Eu me expus dessa forma me jogando demais, me entregando demais", explica o ex-BBB. 

"Quando eu saí, eu tinha consciência de que algo estava acontecendo aqui. Mas eu sabia pela minha confiança, pelos meus familiares e pela própria pessoa que eu sou, que eu conseguiria reverter isso, me sentir bem e dar resposta nesse caso. É o que eu tenho buscado fazer. É ser natural e as pessoas tem percebido isso. Em duas semanas eu consegui transformar algo que eu pensava que era preocupante em algo prazeroso. Essa recepção, o calor do público, está sendo muito legal. E eu sou assim. Eu sou da rua, sempre vivi na rua, botei o pé no chão e andei descalço. Quando eu faço isso, o pessoal vê o que realmente eu sou. É a oportunidade que eu tenho de as pessoas me conhecerem de fato", completa. 

Romance fez parte do jogo?

Fernando ainda afirma que as emoções e os amores vividos dentro da casa não fizeram parte de uma estratégia. Ele diz ter sido sentimental demais, como é na vida real. "Não foi nada calculado ou nada pensado. Eu me entreguei e fui para o jogo de coração aberto e acabei me envolvendo sentimentalmente por tudo o que acontecia na casa, por todo carinho que eu tinha pelas pessoas da casa. Eles retribuíam e eu acabei me apegando. Sentimentalmente as pessoas me conquistaram", explicou. 

Entretanto, o que aconteceu na casa, ficou na casa. Fernando ainda não voltou a conversar com Amanda e com Aline sobre os romances e está aproveitando a vida solteiro. "Não teve oportunidade ainda (de falar com as duas ex-BBBs), está todo mundo numa loucura trabalhando. Ninguém está tendo tempo de nada. Mas publicamente a gente já falou o que precisava. Eu falei dos meus desejos, elas falaram dos delas. É um assunto resolvido e está todo mundo focado no seu trabalho agora", sentencia.

Emoção ou razão com R$ 1,5 mi no bolso?

A emoção, segundo Fernando, falou mais alto desde o começo. Os sentimentos renderam os romances e também o afastou do prêmio. "Acho que se eu tivesse agido com a razão, eu teria ganhado. Depois que eu vi os resultados, as estatísticas e tudo o que estava acontecendo na casa, eu vi que estava muito forte. Se fosse para ganhar, eu seria mais racional", analisa. 

E valeu a pena mesmo assim? "A missão foi cumprida. Eu dei voz ao que eu precisava dar. Foi o que falei antes de entrar na casa. Eu não estava ali por causa de R$ 1,5 milhão. Eu estava pela experiência. Queria sentir uma coisa nova na minha vida e poder sair e contar isso para as pessoas. Queria levar o assunto para o lado social que eu quero sempre levantar", comenta.

Amigos fora da casa

As semanas após o "BBB" são agitadas e o momento que os ex-confinados aproveitam a fama. Com a agenda cheia, Fernando disse que ainda não se encontrou com os outros participantes. Mas apontou quem gostaria de levar para uma amizade de verdade. "Acho que o Marco foi um cara muito legal e a gente teve uma relação bacana na casa, pena que foi curta. É um cara que eu admiro muito.

Trabalho social

E por falar em trabalho, Fernando pretende focar nos projetos sociais e a visibilidade conquistada com o reality show ajuda. "É importante porque estou conseguindo dar voz e amplificar a voz dos projetos, meus ideais. Eu ganho essa potência de voz para dar visibilidade aos invisíveis", analisa.

Fernando tem contrato de um ano com a Globo, mas ainda não conversou com a emissora sobre programas ou aparições. Por enquanto, ele segue com um projeto de basquete 3 x 3 que começou no ano passado ao lado de Leandrinho, jogador da NBA e da seleção, e outras ações. 

Nesta sexta-feira (17), Fernando passou a manhã do aniversário com crianças na inauguração de uma quadra de basquete no Leblon. A ação faz parte do "Basquete Cruzada". O ex-BBB deu uma clínica para a criançada, posou para fotos e conversou com a imprensa. 

Tirar a roupa para as lentes já foi descartado. Ele fez um ensaio sensual para o site da Globo, mas para por aí. "Eu adorei e as fotos ficaram bem legais. O que a gente havia combinado foi o que aconteceu. Não foi um ensaio apelativo. Ele com contexto por trás. Mas ensaio nu, essa não é a minha praia, não.", garante. 

Festa continua...

As comemorações pelos 33 anos continuam nesta sexta e no final de semana. Depois da inauguração da quadra, Fernando iria almoçar com mãe e com o irmão. Mais tarde, tem programada uma conversa com os fãs nas redes sociais. Neste sábado, repete a programação familiar. E só no domingo fará uma festa na zona sul do Rio para amigos e parentes. "Vai ser um final de semana inteiro de abraços", brinca.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.