Renata Del Bianco relembra trabalho na atração e em “Chiquititas” e fala sobre próximos planos para a TV


Há 18 anos, a novela “Chiquititas” fez surgir grandes nomes na TV. As crianças cresceram e se tornaram Fernanda Souza , Jonatas Faro , Carla Díaz , entre outras estrelas. Renata Del Bianco  fazia parte desse time, que chegou a morar um período na Argentina na primeira fase e versão na novela.

Sou irreverente, mas não tenho esse teor sensual, como elas tem. Expor o corpo como elas expõem, essa coisa provocativa, de seduzir o entrevistado, isso eu não faria.”

Uma nova versão está no ar no SBT, mas Renata, que interpretou Vivi na época, prefere não assistir. “Eu não assisto porque sou ciumenta. Tenho ciúme da minha personagem. Mas conheci a Lívia (Inhudes, atriz que assumiu o papel nesta nova versão) e desejei toda a sorte do mundo. Temos contato superficial, mas temos”, comentou Renata em entrevista ao iG.

A atriz ainda aproveitou para falar sobre os motivos pelos quais acredita que a versão atual não tenha feito tanto sucesso quanto a que participou. “Na nossa época, não tinha internet, Ipad, TV a Cabo, e tantas opções na TV. Como era programa infantil, a gente era condicionado a assistir. A maioria das pessoas não tinha muito opção. Hoje você não precisa procurar conteúdo em horário especifico. Por isso acho que não repercutiu tanto naquela época”, analisa.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias nos famosos

Na época em que fez a novela, Renata estava com 11 anos. E, desde aquela época, seguiu contato com boa parte dos integrantes da novela. Tanto que eles mantem um grupo no WhatsApp e se falam todos os dias. Com Fernanda Souza, que participou da mesma temporada da novela que Renata, a atriz comenta que tem amizade, mas não proximidade. Por isso não esteve presente no casamento de “Mili” com Thiaguinho , há algumas semanas.

Para Renata, a novela foi a melhor escola de sua vida, tanto pessoalmente quanto profissionalmente. “Minha vida se divide em duas etapas: antes e depois de ‘Chiquititas’. Foi a maior escola da vida, onde aprendi que tinha maior paixão pela TV. Depois, me formei em teatro, canto, dança. E isso é interessante também em minha carreira como veterinária. Se tenho que dar palestra, por exemplo, sei subir no palco e me portar. Foi muito marcante”, analisa Renata, que hoje trabalha como veterinária em uma clínica em São Paulo.

Fiz o ensaio para levantar uma bandeira. Repercutiu tanto, que as pessoas enxergaram o mundo homossexual com outros olhos. As pessoas viam o homossexual como vulgar."

Antes de se dedicar 100% ao trabalho com animais, Renata também passou pelo elenco do programa “Morning Show”, hoje chamado de “Muito Show”, da RedeTV!. “Foi um amadurecimento. Foi bom para mim mesma, para ver que eu não sabia tudo de TV”.

“Morning Show”

Renata ficou dois meses no time do “Morning Show”, deixando a atração assim que houve uma reformulação, mudando até seu nome. A atriz conta que sua saída foi marcada mesmo pelo fim do programa e que não houve nenhum atrito entre ela e a equipe. “Saí porque o programa acabou. Iam estrear o ‘Muito Show’, que tinha outro linguajar. Queriam abordar de outra forma e a gente não se encaixava. Foi de comum acordo”, destacou Renata, que disse ter amizade com todo o elenco ainda.

Inclusive com Cacau Colucci , uma das novas apresentadoras. “Ela me mandou mensagem perguntando se seria uma boa entrar no programa e eu super apoiei. Somos grandes amigas e, para mim, o programa foi uma escola”.

Antes da entrada de Cacau, quem assumiu a atração foi Andressa Urach e Babi Rossi . A dupla foi responsável por dar a largada na nova fase da atração. Questionada sobre o que achou da atuação de Andressa e Babi em seu antigo posto, Renata analisa: “Eu realmente não me encaixaria para fazer o que elas faziam. Algumas coisas eu não faria. Sou irreverente, mas não tenho esse teor sensual, como elas tem. Expor o corpo como elas expõem, essa coisa provocativa, de seduzir o entrevistado, isso eu não faria.”

Planos para a TV

Renata pretende voltar para a TV em breve, mas unindo seu trabalho como veterinária. Para isso, ela tem se dedicado ao roteiro de uma atração sobre cães e gatos, que pretende estrear em um canal a cabo. Sem revelar com qual está conversando, Renata fala um pouco sobre o projeto. “Será um reality show sobre a rotina do mundo veterinário. As pessoas conhecem só até levar os cachorros para o veterinário, mas ninguém sabe os bastidores. Quero mostrar o que poucas pessoas sabem. Meu interesse é mostrar um lado mais técnico, que a TV aberta não esta preparada”, explica.

Enquanto não coloca o programa no ar, Renata se dedica ao trabalho na clínica e a seu namoro fresquinho. Renata está há dois anos em um relacionamento e, para quem tem dúvidas sobre o parceiro ser homem ou mulher, ela logo explica: “Sou hetero. Sempre fui”. Renata conta que sempre fazem a mesma pergunta para ela por causa de um ensaio sensual feito ao lado de Angélica Morango. “Fiz o ensaio para levantar uma bandeira. Repercutiu tanto, que as pessoas enxergaram o mundo homossexual com outros olhos. As pessoas viam o homossexual como vulgar, todo mundo pega todo mundo. Só levantei uma bandeira. Como cresci em teatro e tenho muitos amigos gays, nunca tinha visto preconceito”, explica.

Eu não assisto (a nova versão de Chiquititas) porque sou ciumenta. Tenho ciúme da minha personagem."

Apesar de nunca ter presenciado reações contra homossexuais, Renata se disse vítima de um preconceito inverso por ter levantado a bandeira em prol à luta gay. “Como sou hetero, as pessoas se perguntavam o porquê eu estava abraçando a causa. Acabei sendo vítima disso sem ser homossexual. E até hoje, carrego esse fardo, pois é uma coisa que as pessoas sempre perguntaram”.

Sobre sua relação com Morango, Renata explica que a dupla é muito amiga. “Nos damos superbem. Ela é super bem casada. As pessoas interpretaram o ensaio dessa maneira porque foi algo muito bem executado”, elogia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.