Atriz, que foi acompanhando o marido, Bruno Gagliasso, estava tão bela quanto uma deusa e recebeu olhares do maridão (e do baile todo)

Lançar uma novela no Copacabana Palace já é sinônimo de luxo. Com o poder que a faixa das 21h tem, nada mais justo do que estrear a trama com todo brilho e requinte. Foi exatamente isso o que rolou na noite de sábado (07), quando a Globo reuniu elenco, equipe e jornalistas para comemorar “ Babilônia ”, o novo trabalho de Gilberto Braga , Ricardo Linhares e João Ximenes Braga , que começa dia 16 de março.

Fernanda Montenegro sobre romance gay em novela: "Não tem expectativas eróticas"

De cara, é fácil apontar quem roubou a cena: Giovanna Ewbank . Ela, que nem no elenco da novela está, estava mais deslumbrante do que nunca. Toda de branco, com os cabelos ondulados e um bocão roxo, a mulher de Bruno Gagliasso (esse sim na trama) foi o assunto nas rodinhas pelo Golden Room. “Estou pegando”, brincou o ator para alguns amigos quando a mulher passou por eles.

A paquera se repetiu várias vezes durante a noite. Em uma conversa com os jornalistas, por exemplo, enquanto falava sobre o personagem, Gagliasso tentava achar Giovanna no meio da multidão de rabo de olho. “Gio, aqui!”, gritou ele, antes de completar a frase só para a imprensa: “não posso perder de vista, gata do jeito que ela é”. Garoto esperto esse. Tão esperto que esbanjou, via Instagram, o decote da loira com a legenda “my girl (minha garota, em inglês)”.

Por falar em decote, Giovanna estava sim um arraso, mas a mulherada toda está de parabéns. Elas capricham bonito nos looks, nas caras e bocas. Sophie Charlotte , que fará a personagem Alice, mostrou na frente e atrás com um look preto bafônico. Camila Pitanga , a protagonista Regina, deixou as costas à mostra num all white. Sheron Menezzes foi de dourado e também botou o decote para jogo.

A decoração foi um show à parte. Mais de 10 mil rosas foram espalhadas pelos três ambientes (mais a varanda) da festa e, pegando onda no nome da novela, foram montados jardins suspensos com plantas e flores brancas. No som, comandado por DJ Rodrigo Penna, valia de tudo: era de funk de Mc Marcinho, seguido do alternativo de Florence and the Machine, passando pela batida de Flora Matos, e terminando com Ivete Sangalo. Aprovadíssimo.

Alguns foram embora assim que o dever terminou, como Gloria Pires , Adriana Esteves , Fernanda Montenegro , entre outros. Mas outros não queriam arredar pé no bem bom do sabadão. Chay Suede (com a gatérrima Laura Neiva), Bruno Gissoni (com a outra gatérrima Yanna Lavigne), Juliana Alves e Dudu Azevedo foram alguns deles. A pista ficou cheia, como uma bela festa deve ser, e para sair foi difícil. “Vamos para pista, vamos dançar”, pedia Sheron Menezzes para os amigos a caminho do Golden Room. Rendeu um ótimo arrasta pé. Valeu o investimento.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.