Longe das câmeras, Nayara Justino investe em pizzaria e garante não guardar mágoas da Globo


Em 2014, o “Fantástico” realizou um concurso nacional para eleger a nova Globeleza. Nayara Justino saiu campeã, mas mesmo tendo vencido por voto popular, recebeu uma enxurrada de críticas. Isso fez com que a emissora retirasse a tradicional vinheta de carnaval do ar.

Desde então, surgiram muitos boatos de que Nayara estaria com depressão, fato desmentido por ela. “Não entrei em depressão. Fiquei revoltada com as criticas racistas. Fiquei chateada com as críticas que me comparavam a personagens", afirmou Nayara, que chegou a ser comparada ao personagem Zé Pequeno, do filme “Cidade de Deus”.

Acho que merecia uma segunda chance, mas isso agora são águas passadas".

“Não sou feia, tenho carisma e sei sambar. Há tempos não se falava em Globeleza e, se ganhei um concurso popular, tenho meus predicados. Acho que poderiam ter feito um vinheta melhor e isso me prejudicou”, apontou Nayara, que inicia agora uma nova fase profissional.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias nos famosos

Junto com o marido, Cairo, ela entrou com uma investidora de um projeto planejado pelo sogro: uma pizzaria em Búzios. “E até o final do ano esperamos abrir outra. Em Búzios na Região dos Lagos”, que segue trabalhando como modelo e estudando no Rio de Janeiro, onde mora.

Além de pizza, o local também serve outros tipos de massa, como lasanha, ravioli, nhoque, pratos que Nayara não dispensa. Mas para manter o corpão em forma, compensa em outras refeições do dia. “Eu amo massas e como sempre que posso. Como gosto de saladas, depois eu volto para alimentação saudável”.

Globeleza

Dedicada ao novo projeto, Nayara garante: “Não tenho raiva nenhuma da Globo. Só posso agradecer a oportunidade”. Ela ainda aproveita para dar sua opinião sobre a escolha de Érika Moura, que assumiu em 2015 o posto ocupado por ela no ano anterior.

Se ganhei um concurso popular, tenho meus predicados".

“Acho que voltaram ao padrão deles. Jogaram com o regulamento em baixo do braço, como se diz. Pois ela é bonita, mas não causou nenhum impacto positivo ou negativo. E entenda, nada contra ela. Esta é apenas minha sincera opinião. Eles tiveram o direito de me tirar sem sequer dar satisfação ao público que gosta e torcia por mim e eu tenho o direito de opinar. Acho que merecia uma segunda chance, mas isso, agora, são águas passadas”, garante Nayara, que curtiu em 2015 na avenida o que não pode no ano anterior.

“Ano passado eu sequer pude ir ao sambódromo. Este ano, ela estava lá. Fui superaplaudida nas três escolas em que desfilei. Então realizei meu sonho e quero sempre estar lá”, afirmou Nayara.

Para 2016, a modelo já recebeu alguns convites para desfilar novamente. Mas, antes disso, segue para o carnaval da Argentina com o Salgueiro, em março, para um desfile que mostra um pouco da festa brasileira por lá.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.