No paredão desta semana, Mariza e Luan levaram a melhor. Angélica foi eliminada e deixa de concorrer ao prêmio


Com 69% dos votos, Angélica foi eliminada no paredão desta terça-feira (24) no "BBB 15". Mariza e Luan permanecem na disputa pelo prêmio de R$ 1,5 milhão. Mais calma após a emoção de deixar o reality show, ela conversou com o iG Gente .

Preconceito

Angélica relembrou os primeiros momentos na casa, quando discutiu com Luan que insinuou que "todo preto rouba". "Eu, como negra, tinha obrigação de me posicionar, não se generaliza esse tipo de coisa. O fato de ser negra não significa que posso roubar. Agora, o comentário da Mariza até agora eu não entendi. Se a Mariza viu alguma coisa (Luan fazendo coisa errada) é cúmplice disso. O erro não está na cor da pele, está na ação. O que que eu tenho a ver com isso?"

Angélica ficou surpresa ao saber que sua família estava sofrendo muito preconceito racial por conta de sua participação no programa. "Deve ser muito duro você assumir que tem uma negra em um programa tão bacana, que é bonita, inteligente, que é mãe, que luta para ter o que tem de forma tão simples."

Ela disse imaginar que para muita gente deve ser difícil não encontrar um erro em uma pessoa, principalmente se ela for negra. "A dificuldade das pessoas é essa. Entender quem eu sou por ser a Angélica, por ser negra e sem precisar me rebaixar para ninguém." E finalizou: "Eu acho que tenho capacidade total de ter o que eu quero, correr atrás, e sem me preocupar com cota racial."

Quanto a entrar com um processo na justiça por preconceito racial, atitude que já foi tomada por sua mãe, ela pode, sim, fazer isto. "Na verdade, se for algo direto para mim, que me ofenda muito, que seja plausível, sim. Porque agora vai ter muito papagaio de pirata querendo se aproveitar da minha imagem e eu não estou para isso."

Eu sou assim

Sobre ter exagerado ou não no jeito de ser, ela reafirmou que não tinha como não ser fiel à sua essência. "Eu fui autêntica, fui eu. Tudo tem um preço, um lado bom e um lado ruim. Não exagerei. Quando eu vim para cá minha única preocupação era ser eu mesma. Até porque tenho uma vida para continuar depois disso. Seria péssimo me moldar a uma pessoa que não sou. Entrei para mostrar quem sou. Para ganhar pelo que sou e não para jogar. Todo mundo ali está tentando fingir ser quem não é e fica sofrendo por isso."

Rejeição?

Sobre o número mais alto de votos em um paredão da edição do "Big Brother Brasil 15", ela não enxerga como rejeição. "Essa questão do número não vejo como rejeição. As pessoas têm o direito de opinar. Escolher quem elas querem que continue no jogo. Isso não mostra se estou errada, se o meu jeito é incorreto. As pessoas podem optar por escolher quem tem mais novidade, quem elas querem ver de forma mais clara. Até porque eu já mostrei quem eu sou."

É o meu jeito

Ela discordou de declarações da mãe e da irmã que disseram não estar reconhecendo-a dentro do jogo. "A Érika (irmã) sabe que eu sou estressada. Moro com a minha mãe e a minha irmã, então baixo a bola e fico quieta quando elas me pedem, mesmo se eu estou certa. Mas nós temos amizades diferentes e quem convive comigo sabe: eu falo quando tenho vontade de falar. Não compro briga de ninguém, isso é fato. Todos os atritos que tive foram direto comigo e eu tenho o direito de me defender. Na casa foi assim, eu não comprei briga de ninguém. Até porque eu não estava lá para ser advogada de ninguém."

Fernando

Angélica a minutos de sua eliminação
Reprodução
Angélica a minutos de sua eliminação

Angélica detonou Fernando dizendo que agora ele quer ser o bom moço. "Ele sempre foi de chamar as pessoas para conversar, de ajudar todo mundo para que cada um melhorasse. E de repente ele parou. Ele viu o pau fechando na prova do líder e fez o quê? A egípcia. Isso para mim não dá! Foge totalmente do cara que eu conheci.  Agora ele só vê o circo pegar fogo."

Ela ainda condenou a atitude do carioca de levar Amanda para ver um filme no quarto do líder na última segunda-feira: "Achei ridículo. Um cara que falou que a menina estava transformando uma história de amor num filme de terror. Ou seja, tudo que estava acontecendo com a Aline era culpa da Amanda. É muito mais fácil jogar a responsabilidade no colo dos outros quando você não olha para o próprio rabo. Ele está sabendo que a Aline não gosta da outra e vai e chama a menina? Que personalidade é essa? Qual foi essa jogada?"

Futuro

Sobre o futuro... "Não tenho vocação para artista. Acho que vocês perceberam isso", brincou. Vou abraçar toda a oportunidade que o programa gerar e tomar um rumo na minha vida. Ou na área da saúde ou publicidade. Se pintar uma pontinha aqui ou ali, por que não? Mas, sinceramente, acho difícil voltar para a área da saúde agora."

E ela posaria nua??? "Nem tenho corpo para isso, meu amor? (Mas) por mim, sim. Mas pelos meus filhos e minha mãe, não. Outro dia postei uma selfie no chuveiro e minha mãe quase morreu. E acho que estou bem pra quem tem dois filhos."

Durante o programa...

A mãe de Angélica roubou a cena assim que sua filha deixou a casa. O apresentador perguntou porque ela estava agradecendo tanto aos seus orixás pela saída da filha: " (Por causa) do que a minha filha estava passando aqui e o que a gente estava passando aqui fora. Nós estávamos sofrendo demais com o racismo", declarou.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.