A televisão brasileira se rendeu à cozinha neste ano


Se existe uma receita que deu certo na televisão brasileira em 2014 foi a aposta em programas de culinária. Tradicionais em programas femininos como o “Hoje em Dia” da Record e o “Mulheres”, da Gazeta, quadros com um profissional ensinando a preparar uma receita ganharam vida própria, caso do “Dia Dia”, da Band, que se consolidou na grade da emissora sob o comando de Daniel Bork .

Chefs

Programas apresentados por chefs conceituados sempre tiveram destaque em canais a cabo, como os apresentados por Jamie Oliver e Nigella Lawson . A partir daí, chefs brasileiros entraram em cena como Olivier Anquier (“Diário do Olivier”) e Claude Troigrois (“Que Marravilha!”), ambos do GNT.

Celebridades cozinheiras

O canal, aliás, explorou bem este ano algumas celebridades que têm uma relação mais íntima com o fogão. Começando com Rodrigo Hilbert e o “Tempero de Família”, que mostra o ator colocando em prática os segredos aprendidos ao ver o avô cozinhar e já está em sua quarta temporada, foram lançados mais dois programas este ano.

Apresentado por Bela Gil , o “Bela Cozinha” mostra maneiras saudáveis de cozinhar, como se a filha de Gilberto Gil estivesse recebendo amigos em casa, às vezes famosos. A outra atração que estreou no canal pago foi “Receitas da Carolina”, com a atriz Carolina Ferraz mostrando sua experiência com os mais variados pratos, por ter o hábito de cozinhar para receber os amigos em sua casa.

Reality shows

Ana Maria Braga e o seu “Mais Você” desde 2008 promovem o “Super Chef”, que começou com pessoas comuns e hoje em dia promove a disputa entre celebridades para ver quem realiza melhor receitas dos mais variados tipos.

Mas a prova de que o formato chegou com tudo foi a versão brasileira do “MasterChef”, exibido pela Band com apresentação de Ana Paula Padrão e tendo como jurados os chefs Henrique Fogaça , Erick Jacquin e Paola Carosella , e o “Cozinha Sob Pressão”, versão exibida pelo SBT do “Hell’s Kitchen”, que no lugar de Gordon Ramsey ganhou como apresentador o não menos sarcástico e furioso chef Carlos Bertolazzi .   

A principal diferença entre os dois é que na Band são cozinheiros amadores batalhando para se tornar chefs e no SBT são profissionais colocando à prova seu talento com as caçarolas. O clima de tensão é o mesmo, dadas as provas e, principalmente, o tempo de execução para que sejam realizadas.

Já dá para dizer que a televisão brasileira não vive mais sem um reality show culinário próprio. As inscrições para a segunda temporada do “MasterChef”, inclusive, já foram abertas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.