Autor usou suas redes sociais para falar sobre o desafio de mudar o roteiro, depois da saída de Drica Moraes

Aguinaldo Silva
AgNews
Aguinaldo Silva


Aguinaldo Silva usou suas redes sociais para falar sobre o desafio de mudar o roteiro em pouco tempo após o afastamento de Drica Moraes da trama. O autor convidou Marjorie Estiano para o retorno, deixando elenco e espectadores confusos com o que iria acontecer. “Perdi a voz de tanta emoção. Quero agradecer a Marjorie, por aceitar o desafio de substituir a divina Drica e gravar a cena em menos de 24h”, afirmou Aguinaldo em seu Twitter logo após a exibição do capítulo.

Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba as últimas notícias nos famosos

Já em seu Blog, o autor deu mais alguns detalhes sobre a substituição e sua emoção após conseguir definir o que faria com a personagem Cora. “Acompanhei o capítulo com extrema unção, e no final, quando o Abominável Homem de Preto se fragiliza e chora – e diz: ‘acabou, Isis. Acabou!’ – eu deixei que as minhas torneiras se abrissem por si mesmas e chorei muito mais que ele. Chorei por ter sabido ser cruel e inflexível na hora exata como devem ser os líderes, chorei por ocupar essa difícil posição à frente de um grupo de 300 pessoas  e assim não poder pensar em apenas uma delas, chorei pela minha querida Drica Moraes (que os anjos a tragam logo de volta)”, afirmou o autor.

Assim como Alexandre Nero fez nesse sábado (06),  Aguinaldo foi só elogios à Marjorie Estiano. “Chorei por Marjorie Estiano, minha golden girl, que, convocada nas primeiras horas da manhã de quinta-feira, não se assustou nem se fez de rogada, nem sequer murmurou um ‘ahn’ ou um ‘uhn’ e apenas disse: ‘me manda os capítulos!’”.

Aguinaldo mostrou que não foi nada fácil dar um desfecho para a novela após tal desafio. “Chorei, sim, ‘como ninguém jamais chorou assim’ (diria Cauby Peixoto); voltei pra cama sem parar de chorar… Até que ergui o punho e, com ele cerrado, como uma Scarlet O’Hara rediviva e tardia fiz minha jura: ‘Vou fazer este Titanic chegar a Nova Iorque, sim… nem que eu me phoda!’”.


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.