Cantor voltou a comentar episódio em que falou mal da ex-mulher, Zilu Godói

A página do Instagram com o desabafo de Zezé
Reprodução
A página do Instagram com o desabafo de Zezé


Em um ato que ele considerou impulsivo, Zezé Di Camargo usou o Instagram no domingo (28) para criticar a ex-mulher, Zilu Godói . Depois de duras críticas de seus seguidores, ele pediu desculpas pelo que fez. Mas ao que parece o pedido de desculpas não foi suficiente. Ele voltou a usar seu perfil para tentar explicar melhor a situação aos fãs e seguidores. Entre as afirmações, disse que existe um complô contra ele. 

"Pessoal, ontem postei quase um desabafo aqui e muita gente não entendeu. Depois de pensar e levar porrada, resolvi mostrar o motivo de minha revolta. Quando você descobre um complô e tem certeza da veracidade dessas coisas, duvido se vocês ficariam calados."

Também comentou que seu único erro foi gostar de outra pessoa estando casado. "Cometi um único erro: gostar de uma pessoa, ainda casado. Mas quantos não já passaram por isso? Inclusive você que está aí me julgando. Se não passou, pode um dia passar. Não sou do tipo que bate e esconde a unha. Muitos estão fazendo isso comigo!! Vou ser sempre transparente, estando certo ou errado."

De qualquer maneira nem todos os internautas concordaram com ele e o desabafo se transformou em uma discussão. Quando uma seguidora escreveu "Quanto blablabá", Zezé disparou: "Bla bla blá porque a vida não é sua". Para outra, o cantor foi um pouco mais agressivo. "Sua burra. Você não leu o que eu escrevi agora?! Não leu ou não tem QI". A internauta, que se disse fã do cantor, havia dito que "quando você não tinha rede social, era bem discreto. O mundo não precisa saber o que se passa na sua vida", entre outras citações. 

Em outra resposta, Zezé aproveitou para fazer mais um desabafo: "Estava revoltado por isso. Enquanto eu defendia, fiquei sabendo que acontecia exatamente o contrário do outro lado". E, ainda em outro, fez uma pergunta para a seguidora: "Por que será que o namoro da minha ex durou três meses. A culpa é minha também?".




    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.