Saiba mais sobre a mulher que tirou um dos homens mais cobiçados do mundo da lista de solteiros

BBC

Amal Alamuddin e sua aliança de casamneto
AP
Amal Alamuddin e sua aliança de casamneto

Amal Alamuddin casou-se neste fim de semana com um dos atores mais cobiçados de Holywood, George Clooney , em um dos eventos do showbiz mais esperados do ano. O interessante, porém, é que mesmo em algumas revistas especializadas em celebridades gastou-se quase tanto tempo falando da decoração e da extensa lista de convidados famosos da festa quanto do impressinante currículo da nova senhora Clooney.

Alamuddin, de 36 anos, é uma das mais bem-sucedidas advogadas de direitos humanos da Grã-Bretanha. Especialista em direito internacional, direito penal e extradição, ela já defendeu nos tribunais do fundador do WikiLeaks, Julian Assange (que ainda é seu cliente), à ex-premiê ucraniana Yulia Tymoshenko .

De origem libanesa, Alamuddin vive na Grã-Bretanha há 30 anos e fala fluentemente árabe e francês, além de inglês. Sua família deixou Beirute na década de 1980, durante a fase mais sangrenta da guerra civil libanesa.

Sua mãe, Baria Alamuddin , é editora do jornal árabe Al-Hayat e seu pai, Ramzi Alamuddin , professor aposentado da Universidade Americana de Beirute.

Alamuddin estudou na Universidade de Oxford e fez mestrado em direito na New York University, nos Estados Unidos, trabalhando por três anos para o escritório de advocacia Sullivan & Cromwell, em Nova York, após completar os estudos.

Em 2004, atuou na Corte Internacional de Justiça, das Nações Unidas (ONU), e em seguida, também trabalhou no Gabinete do Procurador do Tribunal Especial da ONU para o Líbano e no Tribunal Penal Internacional para a ex-Iugoslávia.

Na Grã-Bretanha, foi contratada pelo escritório Doughty Street Chambers, de Londres, que tem como foco o direito civil. "É a mais atraente advogada de direitos humanos do planeta", definiu Clooney.

Ele e Alamuddin ficaram noivos em abril do ano passado e se casaram em uma cerimônia em Veneza, neste sábado (27). O casamento também foi comemorado em Baakline, a cidade libanesa de família da noiva (no distrito de Chouf).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.