Anúncio de que Kate e o príncipe William esperam o segundo filho foi adiantado após diagnóstico de hiperêmese gravídica

O comunicado emitido pela família real britânica nesta segunda-feira (8) anunciando que Kate Middleton e o príncipe William esperam o segundo filho saiu antes do planejado. O anúncio oficial seria feito apenas quando Kate completasse três meses de gestação - período considerado mais delicado - mas a duquesa foi diagnosticada com hiperêmese gravídica e a gravidez foi logo anunciada.


A decisão foi tomada para brecar possíveis especulações da imprensa já que Kate deve se ausentar aos compromissos agendados que cumpriria ao lado do marido. De acordo com o jornal britânico "Daily Mail", ela ainda não concluiu as primeiras 12 semanas de gestação, quando a doença dá uma trégua.

A hiperêmese gravídica faz com que os vômitos e náuseas característicos do início da gravidez sejam tão constantes que colocam a vida de mãe e bebê em risco. Médicos do Palácio de Kensington prestam todos os cuidados a Kate Middleton.

Esta é a segunda gravidez da duquesa, que teve o mesmo problema em sua primeira gestação. O primeiro filho do casal, príncipe George, tem um ano de idade.

Entenda o que é a hiperêmese gravídica

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.