Relembre tramas que fizeram sucesso nos anos 1970

Atualmente no ar, "Boogie Oogie" traz de volta uma década que deixou saudade: os anos 1970. Para quem não sabe, durante essa década, novelas históricas foram exibidas. Escolhemos cinco das melhores tramas para recordarmos:

Selva de Pedra (1972)

Simone ( Regina Duarte ) em busca de oportunidades profissionais como artista plástica e Cristiano ( Francisco Cuoco ) fugindo da acusação de assassinato e aspirando um bom cargo no estaleiro do tio milionário fogem para o Rio de Janeiro. Os dois se casam e a busca por ascensão social do jovem do interior coloca o relacionamento dos dois em risco. Encantado pela bela Fernanda ( Dina Sfat ), mulher rica, poderosa e noiva do seu primo, Cristiano cede às conjecturas do malandro Miro ( Carlos Vereza ), que planeja matar Simone e deixar o caminho livre para um novo casamento.

"Selva de Pedra", de Janete Clair , obteve a maior audiência da história da televisão brasileira até então. Francisco Cuoco e Regina Duarte, par romântico principal da novela, fez tanto sucesso que foram eleitos os “Reis da Televisão” pelos leitores da "Amiga", revista especializada na cobertura de TV. Em 1986, foi ao ar na TV Globo um remake da novela, escrito por Regina Braga e Eloy Araújo . Tony Ramos e Fernanda Torres interpretaram o casal protagonista.

Pecado Capital (1975)

Primeira novela em cores transmitida às 20h, "Pecado Capital" teve como missão mostrar com realismo o universo suburbano carioca a partir de um triângulo amoroso formado por um taxista, Carlão ( Francisco Cuoco ), um viúvo rico, Salviano Lisboa ( Lima Duarte ), e uma jovem operária, Lucinha ( Betty Faria ), que sonha melhorar de vida. Janete Clair fez história ao fazer do motorista de táxi um herói não convencional das telenovelas e que ainda por cima morre no fim da história.

Um remake de Pecado Capital foi ao ar pela Rede Globo, em 1998, no horário das 18h. Assinada por Gloria Perez , a novela foi protagonizada por Carolina Ferraz , como Lucinha, e Eduardo Moscovis , como Carlão. Francisco Cuoco também atuou nessa segunda versão, desta vez, no papel de Salviano. Vilma, personagem que havia sido de Débora Duarte , foi entregue à sua filha, Paloma Duarte .

Escrava Isaura (1976)

Inspirada em obra homônima de Bernardo Guimarães , a novela retrata a luta abolicionista no Brasil tendo como fio condutor a paixão doentia de um senhor por sua escrava branca. A história de Isaura ( Lucélia Santos ), que enfrenta preconceitos e sofre na mão de seu Senhor, Leôncio ( Rubens de Falco ), chegando a ser presa no tronco, se tornou um enorme sucesso no Brasil e em cerca de 150 países.

Locomotivas (1977)

Kiki Blanche ( Eva Todor ) é uma ex-vedete dedicada à família e ao seu salão de beleza, na Zona Sul do Rio de Janeiro. Além de Milena ( Aracy Balabanian ), sua filha legítima, Kiki cria Fernanda ( Lucélia Santos ), Paulo ( João Carlos Barroso ), Renata ( Thaís de Andrade ) e Regina ( Gisela Rocha ). O grande conflito da trama é a paixão de Fernanda por Fábio ( Walmor Chagas ), homem amado também por Milena, que ela vai descobrir no final, tratar-se de sua mãe biológica.

Vedetes famosas como Virgínia Lane , Nélia Paula e Mara Rúbia inspiraram Cassiano Gabus Mendes . A novela fez tanto sucesso que os penteados, macacões e sapatos femininos de acrílico adotados pelas personagens viraram moda, assim como a bolsa a tiracolo usada por Lucélia Santos.

Dancin’ Days (1978)

Dancin’ Days narra a rivalidade entre duas irmãs: a ex-presidiária Júlia Matos ( Sônia Braga ) e a socialite Yolanda Pratini ( Joana Fomm ). Acusada de atropelar e matar um guarda-noturno, Júlia é condenada a 22 anos de prisão. Ela cumpre metade da pena e consegue liberdade condicional. A partir de então faz de tudo para se livrar da imagem de ex-presidiária e tentar reconquistar o amor da filha Marisa ( Gloria Pires ), criada por sua irmã. Foi a inauguração do estilo Gilberto Braga de fazer novela.

A trama também teve como inspiração Os Embalos de Sábado à Noite, filme estrelado por John Travolta que levou milhões de espectadores ao cinema e impulsionou o sucesso das discotecas em todo o mundo. A influência da novela sobre os hábitos de consumo dos telespectadores foi enorme. Modismos, como meias coloridas de lurex, tornaram-se ícones da geração. A atração promoveu ainda produtos como água-de-colônia e sandália de salto fino.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.