Ator comentou sobre o mistério da novela das 23h nos bastidores do “Criança Esperança”: "Catorze possíveis finais"

Tony Ramos
Felipe Panfili e Felipe Assumpcao/AgNews
Tony Ramos

Tony Ramos bateu cartão mais uma vez no palco do “Show da Esperança”. Este ano, o evento, que será exibido logo após a novela “Império”, neste sábado (16), foi gravado durante o dia em uma casa de shows do Rio de Janeiro.

"Eu participo desde o primeiro ano, estou junto desde o primeiro momento. E acho importante repetir sempre que, mais do que doações, essa campanha é um momento bom para a reflexão. Claro que os governos tem que fazer sua parte, e deveriam fazer mais, mas nós podemos mobilizar brasileiros no sentido da reflexão mesmo. Eu estou muito feliz em participar mais uma vez", disse o ator.

Claro que o assunto “O Rebu” não ficou de fora do bate-papo nos bastidores. Tony comentou a loucura do público nas ruas com o personagem Braga, um dos apontados como assassino de Bruno ( Daniel de Oliveira ) na novela das 23h da Globo. "Se você for comigo ao restaurante, por exemplo, anonimamente, você vai ver a repercussão. São 14 suspeitos, e até o menos pensado poderá ser o assassino. Até entre nós tem bolão, mas não vou falar meu palpite para não te dar uma dica. O que posso falar é que já gravei quatro finais na Argentina”, avisou.

O ator ainda falou que os últimos cinco capítulos que o elenco recebeu já vieram cheios de restrições, para o clima de mistério rodear os bastidores também. “São só cenas capitais para alguns personagens. O negócio é que, além dos finais que eu gravei, a Patrícia também gravou outros, assim como outros atores. São 14 possíveis finais, e esse segredo, apenas o próprio diretor guarda a sete chave”, afirmou.

        Curta a fanpage do iG Gente no Facebook e receba notícias dos famosos



    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.